Tribunal anula eleições do SC Vila Real


O Tribunal de Vila Real informou nos últimos dias que decidiu anular o acto eleitoral de 25 de Maio de 2018, do Sport Clube de Vila Real.

No acórdão, o tribunal decretou a repetição da assembleia-geral eleitoral, que tinha eleito Francisco Carvalho como presidente do emblema vila-realense para o biénio 2018-2020.

O mesmo acórdão salienta ainda que o acto eleitoral de 25 de Maio de 2018 “violou os estatutos do clube”, e como tal o acto eleitoral terá de ser repetido.

Concorreram as estas eleições do SC Vila Real, três candidados: João Álvaro, Rui Florindo e Francisco Carvalho. Relembramos que por decisão de Henrique Faria, na altura presidente da Mesa da Assembleia-Geral, “as eleições foram suspensas”, devido a alegadas “actividades ilícitas na inscrição de sócios”.

No seguimento deste processo, o sócio Levi Leandro decidiu interpor no tribunal uma providência cautelar para anulação do acto eleitoral. O parecer do tribunal foi agora tornado público, mas a direcção do clube presidido por Francisco Carvalho já confirmou que vai recorrer da decisão.

Abambres SC: há mais de 50 anos a formar jovens atletas
Coronavírus: Associação de Futebol de Vila Real encerrou instalações

Conteúdo relacionado

Menu