Ténis de Mesa: Club de Vila Real no pódio do Campeonato Nacional

CDecorreu este fim de semana em Vila Nova de Gaia o Campeonato Nacional de Equipas nos escalões de Iniciados e Cadetes, marcando presença o CLUB de VILA REAL com um total de 14 atletas, repartidos pelas equipas de iniciados masculinos, iniciados femininos e cadetes masculinos. Foi aliás o único clube vilarealense a apresentar equipas no principal escalão de formação, iniciados, e logo nas duas categorias, o que demonstra a excelente escola de formação que o CLUB de VILA REAL possui apesar da reduzida expressão do ténis de mesa entre os jovens.

No sábado disputaram-se as fases de grupo para determinar quem passaria aos mapas finais e às rondas eliminatórias.

As equipas do CLUB estiveram sempre muito concentradas , apesar de algumas estreias em campeonatos nacionais, jogando de forma empenhada garantiram logo no primeiro dia da competição o objetivo do CLUB de VILA REAL na passagem de todas as equipas ao mapa final.

Um feito singular para um clube vila-realense e só ao alcance das maiores equipas do panorama nacional. Cumprido o primeiro objetivo do CLUB, chegaram as rondas eliminatórias do mapa final.

A equipa de cadetes masculinos, composta por Igor Kyrychenko (atleta de 1º ano neste eescalão), Rafael Friães, Filipe Correia, Rafael Costa e João Morais (atleta ainda infantil), que defrontaram na fase de grupo equipas como o Sporting, não conseguiram nos oitavos de final vencer o desafio, a falta de experiência e o cansaço não ajudaram a vencer a partida, terminando nas 16 melhores formações nacionais.

No escalão de iniciados masculinos, Guilherme Alvadia, Bruno Barros, Luís Monteiro, Rodrigo Pinto (estreia absoluto), passada a fase de grupos, acabaram por cair frente a uma das equipas finalistas o Mantamora. Num jogo muito disputado mas que determinou que a equipa vilarealense ficasse no 6º lugar da geral.

Flora Borges, Margarida Conde, Margarida Gonçalves (estreia absoluta) e Soraia Fernandes compunham a equipa de iniciadas femininas que esteve sempre em bom plano, garantindo a passagem ao mapa final. Nesta fase, ditou o sorteio que viesse a defrontar nas meias finais a equipa açoreana do Juncal. Numa partida longa, cerca de 1h e 30m de duração, a formação açoreana foi mais forte, aliás esta equipa viria a sagra-se Campeã Nacional. A equipa feminina do CLUB de VILA REAL ao perder apenas para a Campeã Nacional na meia final garantiu um lugar no pódio, o 3º lugar.

O 3º lugar alcançado pela equipa feminina de iniciados foi o culminar de um trabalho de formação em que o CLUB de VILA REAL se tem destacado, foi o único clube vilarealense a apresentar equipas neste escalão, que conheceu uma nova dinâmica nos últimos dois anos, que permitiu duplicar o numero de atletas de formação. Num desporto que não atrai multidões, o CLUB parece estar a contrariar a tendência vivida em Vila Real.

A continuidade do projeto de formação do CLUB, a sua escola de formação, que funciona todos os dias na Escola da Araucária, das 17:30 às 20h, tem conhecido um sucesso fruto da dupla de treinadores, Helena Pinto e Pedro Honrado que procuram agora melhorar as condições de treino pois o espaço é já reduzido para o numero de atletas do CLUB, a necessidade de um espaço maior é urgente para a garantia da continuidade do sucesso como clube. Veja-se o apoio e condições de treino de clubes como o CTM de Mirandela, que permitem o sucesso que tem alcançado.

Os resultados obtidos neste Campeonato Nacional de Equipas, pela formação do CLUB, mostram que o trabalho do CLUB é sustentado e abrangente e não é fruto de um atleta com vocação para a modalidade, apenas.     

Menu