Rampa PÊQUÊPÊ Arrábida: António Rodrigues quer manter pódio absoluto no campeonato

Chegada a fase decisiva da época, o piloto do NJ Racing Team assume a ambição de dar seguimento a esta sua primeira época tempo inteiro no Campeonato de Portugal de Montanha e nem a previsão de chuva lhe tira o foco do pódio absoluto.

O surto pandémico atirou o fecho da época desportiva da montanha para o mês de novembro e o pelotão do CPM JC Group tem agora pela frente a Rampa PÊQUEPÊ Arrábida, naquela que será a terceira jornada da temporada.

Entre os candidatos a estarem no elenco de principais protagonistas da prova está António Rodrigues. O piloto do Peso da Régua chega a Setúbal solidamente instalado no pódio absoluto do campeonato e, mesmo não sendo o sue objetivo e estando ciente das limitações competitivas que tem face a concorrentes com protótipos mais evoluídos, tem ainda hipóteses matemáticas de chegar ao título.

O piloto dentista tem rubricado grandes exibições aos comandos do BRC CM 05 Evo preparado pela FR Power e é já visto como um dos mais fortes contendores do campeonato.
Para a Arrábida, António Rodrigues quer “assumir desde o primeiro minuto muita concentração para poder reconhecer e estudar o traçado, pois, uma vez mais, vou-me estrear numa rampa deste campeonato. A nossa equipa vai tentar aproveitar ao máximo os dados que vamos recolher das sessões de treinos para afinarmos bem o BRC e podermos estar em condições de rodar forte nas subidas oficiais de prova”.

Perante as previsões de chuva que poderá cair ao longo do fim-de-semana, o piloto do NJ Racing Team reconhece que será um fator “condicionante, até porque nunca guiei o BRC em piso molhado. Vou o meu melhor, sabendo que o carro não é o mais adequado para chuva, a exemplo do que acontece com os protótipos dos jeus adversários. Seja em que condições for, tudo farei para conquistar novo pódio absoluto”.

A prova organizada pelo Clube de Motorismo de Setúbal apresenta horários diferentes do habitual no campeonato maior de montanha.

Desta feita, a competição começa logo na manhã de sábado, pelas 11 horas, estando previstas para o dia inicial a habitual sessão inaugural de warm-up e duas subidas oficiais de treinos. As 15 horas são apontadas como a hora de arranque da única subida oficial de prova da primeira jornada.

Na manhã de domingo cumprir-se-ão mais duas sessões, uma de aquecimento e outra de treinos oficiais, ficando assim reservado para o começo da tarde as duas subidas finais e decisivas a contar para a classificação desta terceira prova da época.

Menu