Motores: Rafael Lobato é campeão do KIA GT Cup

Domínio absoluto do Campeão de Portugal de Velocidade 2014, categoria CN, vencendo as oito corridas realizadas em 2020 entre Braga e Estoril

Rafael Lobato, campeão de Ralicross (Iniciados) em 2011 e 2012 e do Campeonato Nacional de Velocidade, categoria CN, em 2014, é o primeiro campeão da KIA GT Cup ao volante do Kia Ceed GT.

O piloto de Vila Real não deu chances aos seus adversários e depois das duas vitórias alcançadas em Braga, Rafael Lobato ganhou as seis mangas disputadas no Autódromo do Estoril, no âmbito do Estoril Racing Festival.

Foi um domínio avassalador do piloto apoiado IberFibran, Murganheira, Fribila, Tomeifel e Minfo, reclamando, assim, mais um título para a sua carreira e deixando claro que o seu reconhecido talento merece outros palcos e outros voos.

O Kia Ceed GT com as cores da IberFibran, Murganheira, Fribila, Tomeifel e Minfo, assistido pela Speedy Motorsport, esteve impecável ao longo das seis corridas disputadas no Autódromo do Estoril, ajudando de forma clara à conquista do título e ao domínio exercido pelo piloto de Vila Real.

Foram seis corridas sem muita história, com Rafael Lobato a reclamar as quatro “poloe position” em disputa e a ocupar o lugar mais alto do pódio, suportando os ataques de adversários com muito valor como Alex Areia, Francisco Carvalho e Manuel Gião. Uma oposição de classe e valor que veio emoldurar e valorizar o feito do piloto de Vila Real.

Rafael Lobato – “Estou verdadeiramente satisfeito com o título e, sobretudo, com o facto de ter conseguido vencer as oito corridas da KIA GT Cup. Não foi tão fácil como à primeira vista possa parecer, pois o Alex Areia andou muito bem e deu muito trabalho conseguir batê-lo. Aliás, isso fica evidente nas várias voltas mais rápidas que conseguiu. Pena o Francisco Carvalho ter conhecido problemas, mas ainda assim foi um fim de semana de corridas muito interessante e competitivo. No final e feliz com o título alcançado, não posso deixar de agradecer ao Nuno Couceiro, ao Pedro Salvador e à sua Speedy Motorsport pelo trabalho de qualidade feito no carro, aos meus país que são, claro, os meus pilares e aos meus patrocinadores, IberFibran, Murganheira, Fribila, Tomeifel e Minfo.pois sem eles este título não seria possível. Obrigado a todos e esperemos que 2021 seja um ano melhor que 2020. E tudo farei para que no próximo ano esteja de regresso, às pistas nacionais ou internacionais.”

Menu