Paralímpicos: canoísta vila-realense Norberto Mourão conquista medalha de bronze

O canoísta natural de Vila Real (Quintelas-Mondrões), Norberto Mourão, campeão europeu e vice-campeão mundial, conquistou a medalha de bronze na prova 200 metros VL2, dos Jogos Paralímpicos Tóquio2020.

Norberto Mourão, que se estreou em competições paralímpicas, cronometrou 55,365 segundos, ficando a 2,288 do brasileiro Paulo Rufino (53,077), que se sagrou campeão paralímpico com a melhor marca da distância.

«Foi arrancar a matar e acabar a morrer, acabei a dar o estoiro, não havia mais nada para dar. A medalha confirma que a aposta de mudar do caiaque para a canoa foi ganha, não só nos resultados europeus e mundiais, mas também na prova mais importante de todas, os Jogos Paralímpicos», afirmou o atleta.

O canoísta português, que na quinta-feira conseguiu o apuramento direto para a final, terminou a prova a 316 centésimos de Igor Korobeynikov (55,681), do Comité Paralímpico da Rússia, que foi quarto.

No Sea Forest Waterway, onde há cerca de um mês Fernando Pimenta foi bronze olímpico em K1 1.000 metros, o norte-americano Steven Haxton (55,093) arrecadou a medalha de prata.

Menu