Novo quadro competitivo da Taça Transmontana foi apresentado em Mirandela

O novo quadro competitivo da Taça transmontana foi apresentado esta quarta -feira à noite, em Mirandela.

O troféu, que foi disputado nas três primeiras edições, pelos campeões distritais de Bragança e Vila Real, passa a partir desta temporada a ser disputado numa primeira fase por 16 equipas, oito de cada associação, divididas por quatro grupos de quatro equipas cada e depois numa segunda fase, onde serão disputadas as meias finais e final.

Os grupos ficaram assim ordenados:

Grupo A: Mirandês, Vila Flor SC, Santa Marta e Mondinense.

Grupo B: Carção, GD Cerva, Abambres e FC Vinhais.

Grupo C : Vilar de Perdizes, Rebordelo, Macedo e Valpaços.

Grupo D: SC Régua, Argozelo, Vimioso e SC Vila Pouca.

1ª Jornada ( 30 de Outubro)

Mondinense – Santa Marta (Grupo A)

Mirandês – Vila Flor SC (Grupo A)

Abambres – GD Cerva (Grupo B)

Carção – FC Vinhais (Grupo B)

Vilar de Perdizes – Valpaços (Grupo C)

Macedo – Rebordelo (Grupo C)

SC Régua – SC Vila Pouca (Grupo D)

Vimioso – Argozelo (Grupo D)

Esta novo formato traz compensações financeiras aos 16 clubes, que recebem só pela participação 250 euros. Os clubes que passarem às meias-finais recebem 500 euros. Os clubes que chegarem à final encaixam mais 500 euros, o mesmo valor que será atribuído ao vencedor da competição que, pode contabilizar um total de 1750 euros.

Relativamente às despesas com as taxas de arbitragem e as deslocações das equipas, serão salvaguardadas pelas duas associações.

A final da competição está prevista para o fim do mês de maio em local ainda definir.

Menu