Município de Vila Real adquiriu desfibrilhadores para espaços desportivos das escolas

Atendendo ao crescente número de casos de paragem cardiorrespiratória que têm ocorrido em locais de prática desportiva e também em escolas, o Município de Vila Real adquiriu 10 Desfibrilhadores Automáticos Externos e respetivos programas de desfibrilhação, para que os mesmos sejam utilizados nos espaços desportivos dos centros escolares, escolas preparatórias e secundárias do concelho de Vila Real.

No âmbito desta aquisição, e dando cumprimento às normas legais vigentes, nomeadamente exigidas pelo INEM, a Câmara Municipal vai também proceder à formação de dezenas de colaboradores dos vários estabelecimentos educativos, habilitando-os a manusear este tipo de equipamento, para que em situações de emergência a ação de socorro seja imediata.

Neste sentido, os estabelecimentos de educação e ensino abrangidos por esta iniciativa são o Centro Escolar Abade de Mouçós, Centro Escolar das Árvores, Centro Escolar da Araucária, Centro Escolar do Bairro de São Vicente Paula nº2, Centro Escolar do Douro, Pavilhão da Escola Secundária Morgado de Mateus, Pavilhão da Escola Monsenhor Jerónimo de Amaral, Pavilhões da Escola Secundária de São Pedro, Escola Secundária Camilo Castelo Branco e Escola EB2,3 Diogo Cão.

Recorde-se que foi o Decreto-Lei n.º 188/2009, de 12 de agosto, que veio regular, pela primeira vez na ordem jurídica portuguesa, a prática de atos de desfibrilhação automática externa (DAE) por não médicos, bem como a instalação e utilização de equipamentos desse tipo em ambiente extra-hospitalar, no âmbito do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) e também de programas de acesso público à desfibrilhação. Este decreto foi melhorado com a publicação do Decreto-Lei n.º 184/2012 de 8 de agosto que definiu a obrigatoriedade de existência de Desfibrilhadores Automáticos Externos em locais de grande afluência de Público bem como aconselhou a colocação destes aparelhos em locais onde diariamente exista um número de utilizadores igual ou superior a 250 (exemplos: empresas, escolas, lares, pavilhões escolares, estações de camionagem, etc).

Menu