Miguel Lobo e Rafael Lobato assinam dupla vitória no CPVT no Estoril

Miguel Lobo e Rafael Lobato apresentaram-se este fim de semana no Circuito do Estoril para a segunda ronda do Campeonato de Portugal de Velocidade Turismos. Uma prova onde a dupla do Cupra TCR #75 voltou a mostrar toda a sua rapidez em pista, com duas subidas ao lugar mais alto do pódio. Um evento onde apenas um problema mecânico impossibilitou a equipa de repetir o pleno de vitórias protagonizado na jornada de abertura da época, em Portimão.

No sábado, Miguel Lobo rubricou o segundo tempo da categoria Turismos nos Treinos Cronometrados, depois de uma bandeira vermelha mostrada durante a sua volta rápida ter impedido o piloto de discutir o primeiro posto. No entanto, com uma estratégia de equipa desenhada na perfeição, o piloto viria a vencer a Corrida 1. “Realizei uma fase inicial de maior gestão, que me permitiu encetar um ataque decisivo à liderança a três voltas do final, coroado com uma ultrapassagem na curva VIP. Os grandes resultados conseguem-se em equipa e agradeço à Veloso Motorsport e ao Rafael por toda a ajuda. Vencer assim tem outro sabor”, afirmou, acrescentando: “Em termos pessoais, foi uma corrida de recuperação, que me colocou perante um patamar de exigência diferente e onde me senti evoluir, o que me deixa bastante satisfeito.”

Em igual plano de destaque esteve Rafael Lobato, que assinou a Pole Position nos Turismos para a Corrida 2. Um excelente indicador de performance que o piloto viria a confirmar em pista, num evento onde soube suster a pressão dos seus mais diretos adversários nas voltas iniciais, para depois imprimir um ritmo que o permitiu distanciar-se na frente, numa corrida que liderou de princípio ao fim. “O carro correspondeu sempre muito bem e senti-me confiante em todos os momentos de corrida. Fatores que me permitiram adotar um andamento rápido e consistente, confirmado pela vitória no final.” Num fim de semana em que a comitiva do WTCR esteve também no Estoril, Rafael Lobato deixa uma nota curiosa: “Apesar das naturais grandes diferenças entre os carros e os próprios pneus utilizados, em ritmo de corrida consegui fazer tempos mais baixos, nas minhas melhores voltas, que parte do pelotão do WTCR, o que é muito motivador e mostra que estamos no caminho certo.”

A dupla seria apenas travada na Corrida 3, com uma transmissão do Cupra TCR a ceder no início da segunda volta. “São situações que sabemos que podem acontecer. Mas o importante a destacar é que em condições normais fomos a dupla mais rápida ao longo de todo o fim de semana”, enalteceu Miguel Lobo. Opinião corroborada por Rafael Lobato: “O balanço é naturalmente positivo e mais uma vez muito obrigado aos nossos patrocinadores pela confiança e à Veloso Motorsport por todo o trabalho realizado.”

Menu