FPF vai atribuir 23 bolsas a alunos que frequentem o 10ºano

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e o Ministério da Educação vão apoiar 23 bolseiros do ensino secundário, uma iniciativa destinada a alunos que frequentam o 10.º ano no presente ano letivo.

O júri é composto por três jogadores de eleição das nossas Seleções Nacionais, mais concretamente Bernardo Silva, Pedro Cary e Matilde Fidalgo, assim como figuras públicas proeminentes do nosso país, como Carlos Daniel (Diretor de Conteúdos do Canal 11 da FPF) e Catarina Furtado (Fundadora e Presidente da associação “Corações Com Coroa” e Embaixadora de Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População). As cinco personalidades vão avaliar as candidaturas apresentadas.

Como critérios fundamentais, ficou estabelecido que os alunos interessados terão de elaborar um processo individual de candidatura através da escola onde estudam. Após a receção das candidaturas, um júri com elementos de várias entidades avaliará e escolherá os 23 bolseiros finais.

No programa de bolsas pretende-se desenvolver as seguintes vertentes:

– Educação – promoção do mérito académico, englobando progressão;

– Desporto – promoção da participação desportiva;

– Cidadania – participação em projetos no âmbito da Cidadania e Desenvolvimento ou outros projetos em que o aluno está envolvido ou que pretende desenvolver, tanto em contexto escolar como extraescolar.

Perfil do candidato

Podem candidatar-se alunos matriculados no 10.º ano em Portugal, no ano letivo de 2018/2019, portugueses ou estrangeiros, beneficiários de Ação Social Escolar (escalão A) e de diferentes ofertas educativas e formativas do ensino secundário, designadamente cursos científico-humanísticos, cursos profissionais e cursos artísticos especializados.

As candidaturas deverão ser apresentadas até ao dia 18 de janeiro 2019, através do preenchimento do respetivo formulário.

Para informações adicionais, deverão consultar o Regulamento do concurso e o Formulário de aceitação.

Menu