FPF solidária com futebol amador

Futebol

Os jogadores da Seleção, a equipa técnica, os dirigentes de topo da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e o staff da equipa nacional decidiram ceder metade do prémio de qualificação para o Euro 2020 ao fundo criado para auxiliar o futebol amador.

A verba reforçará o Fundo de Apoio às Competições criado pela FPF e que prevê a distribuição de 4,7 milhões de euros às Associações Distritais e clubes de futebol não profissional, para que jogadores e treinadores possam ser apoiados até ao final da época 2019/20.

Numa mensagem dirigida aos futebolistas que atuam nas competições organizadas pela FPF é sublinhada a responsabilidade de ajudar os colegas desta provas que, por via do não profissionalismo, sentem um impacto ainda maior da pandemia COVID-19 nas suas vidas.

A Seleção Nacional reitera ainda a vontade de continuar a ajudar, quer individualmente quer coletivamente, os portugueses afetados pela pandemia COVID-19. 

Mensagem da Seleção Nacional:

Se acreditamos fortemente que a solidariedade se pratica e não se exibe, também considerámos importante dar um sinal público de que os jogadores da Seleção Nacional têm nos seus pensamentos todos aqueles que, fazendo parte da família do futebol, sentiram um maior impacto da pandemia COVID-19 nas suas vidas pessoais e familiares.

Se partilhamos as mesmas inquietações em relação à saúde pública e segurança de todos os que nos rodeiam; se sentimos a mesma vontade de regressar aos relvados, também é verdade que estamos conscientes que o futebol nos proporcionou condições de vos podermos ajudar a superar os obstáculos com que se confrontam diariamente, ao mesmo tempo que contribuímos, esperamos, para os vossos futuros sucessos.

Dentro deste espírito de camaradagem entre o futebol profissional e não profissional, decidimos, em equipa, abdicar de parte do nosso prémio de qualificação para o Euro 2020.

Decidimos igualmente, porque não esquecemos os nossos próprios trajetos e todos os que generosamente nos ajudaram a singrar nas nossas carreiras, que estes valores serão agregados ao fundo de apoio já criado pela FPF destinado principalmente aos jogadores dos clubes de competições não profissionais.

Terminamos, endereçando uma palavra sentida de conforto a todos os atingidos por esta pandemia e garantindo que, quer individualmente quer em equipa, tudo continuaremos a fazer para apoiar o nosso País nesta hora tão decisiva.

Estamos juntos. Somos todos Portugal.

Fonte: FPF

FC Mãe d’Água avança para treinos online
FPF prepara limpeza no futebol não profissional

Conteúdo relacionado

Menu