Estamos a melhorar

A AF Vila Real anunciou que adquiriu testes antigénio para que todas as equipas que entrem em competição sejam testadas. Parabéns a quem tomou esta decisão, mas apenas peca por ser uma medida ainda curta. É muito bom fazer um rastreio antes do início da competição, mas não seria melhor poderem ser testadas todas as semanas ou quinzenalmente como se fez no Campeonato de Portugal? Todas as semanas até podiam fazer como nos testes antidoping, em que se escolhiam 3-4 jogadores por equipa e testava-se, se fossem descobertos casos, então testar-se-ia toda a equipa. Mas o melhor é deixar esta hipótese em aberto, que ao ritmo que as coisas estão a ir ao sítio, pode ser que tenham o bom senso de tomar alguma atitude. Para bem da competição e da saúde.

A FPF anunciou uma nova janela de contratações, que está em aberto até 13 de Maio, com algumas restrições, para as equipas dos distritais que vão iniciar a sua atividade: apenas podem contratar jogadores amadores, jogadores vindos da formação e jogadores de campeonatos distritais e só de equipas que já tenham desistido. Eu não concordo com esta medida, acho que ninguém devia poder contratar ninguém, no entanto é de louvar que ninguém possa ir contratar ao Campeonato de Portugal. Porém, se um clube for buscar jogadores à AF Porto, AF Braga ou à AF Viseu, por exemplo, já estaremos a desvirtuar a competição, uma vez que são campeonatos mais competitivos que o nosso e, à partida, esses jogadores trarão um aumento significativo de qualidade às equipas que os contrataram. Mais uma vez o poder económico dos clubes virá ao de cima nesta prova de “mata-mata”.

Quanto ao resto ainda ninguém se pronunciou. Os jogos a meio da semana são para manter, ainda não se sabe o que acontece se houverem casos nas equipas, mas agora temos uma “novidade” que já chegou às mãos dos clubes: o calendário competitivo, que contém mais uma medida de bradar aos céus: se alguma equipa envolvida na Fase de Campeão conseguir ir à final da Taça AFVR fará 5 jogos em 15 dias. Joga as meias finais numa quinta-feira e a final no domingo. E agora eu pergunto: quem é que teve a ideia de se fazerem 5 jogos em 15 dias? Jogar-se de 3 em 3 dias? Mas isto agora é a Premier Legue? Nem no Boxing Day fazem isto! É para “matar” os atletas?

Dar, por fim, os parabéns à AF Bragança, por ter terminado com o campeonato distrital, uma vez que a saúde vem em primeiro lugar. A AF Vila Real, que tantas vezes tem andado de mãos dadas com a AF Bragança e desta vez decidiu fazer diferente. A decisão mais justa era acabar o campeonato, no máximo fazia-se uma final entre os vencedores das Séries, tal como na AF Bragança podiam fazer uma final entre os 2 primeiros classificados (separados por 3 pontos e com o Vinhais, 2º classificado, com 1 jogo em atraso).

Um último destaque para as equipas da AF Vila Real presentes no Campeonato de Portugal. Destaque para o Montalegre, que se cimentou neste Campeonato e que ocupa o 3º Lugar da série A do Campeonato de Portugal, em zona de Liga 3, pelo que deixo votos para que consiga entrar mesmo em nessa almejada nova divisão. Ainda na série A, parabéns ao Pedras Salgadas, uma vez que garantiu a manutenção, pelo que é mais um motivo de orgulho para o nosso distrito. Parabéns ao SC Vila Real, pela vitória em Pedras Rubras e pela manutenção, que teve tanto de emocionante como de merecido. Ao Vidago e ao Mondinense deixo uma palavra de conforto e esperam que voltem rapidamente aos nacionais. Ainda na nossa região transmontana, destaque para o apuramento de Liga 3 do Mirandela e força para Bragança e Águias de Vimioso, que desceram, mas que torço que voltem rapidamente.

Diogo Castela (Treinador de futebol)

Menu