Daniel Teixeira domina Supercars Endurance no Estoril!

O piloto da JT59 Racing Team/Bompiso teve um fim-de-semana em grande ao somar uma vitória «à geral» e duas na categoria TCR na segunda ronda do SuperCar Endurance Series realizada no passado fim-de-semana no Autódromo do Estoril.

Aos comandos do Cupra TCR Daniel Teixeira esteve simplesmente imparável ao longo dos dois dias da competição da Race Ready no traçado dos arredores de Lisboa, vincando desde os treinos cronometrados a sua firme intenção de «levar para casa» a vitória.

“No sábado consegui fazer a «pole-position» para a corrida 1, para na qualificação 2 ficar a 32 centésimas de segundo da «pole». O que nos deixava antever que tínhamos ritmo e que estaríamos na luta pela vitória. Muito embora o nosso carro fosse o terceiro com pior velocidade de ponta na reta”, conta o piloto transmontano.

Mas Daniel Teixeira sabia de antemão que a sua tarefa não seria fácil, pois como recorda, já sabia “que esta pista favorecia os carros de três volumes e isso ficou comprovado pelas velocidades de ponta registadas”, mas mesmo assim conseguiu ”encontrar um bom ritmo e compensar isso no resto da pista”.

As provas eram um outro desafio. Mas tudo acabou por correr de feição “O dia de domingo foi quase perfeito. Na primeira corrida fizemos o pleno. Fiz a volta mais rápida à geral, venci à geral e, logicamente, nos TCR”, destaca o piloto da JT59 Racing Team/Bompiso, salientando que “não foi uma corrida fácil. Foi uma prova, sobretudo na primeira parte, muito disputada, não só com os TCR, mas também com os GT4. Apanhei mesmo um susto, ao começar a sobreaquecer os travões, por andar na luta com os carros da frente. Isto porque, devido à diferença de potência, acabei por ser ultrapassado por dois GT4. Tive de gerir um bocado durante algumas voltas, para voltar a arrefecer tudo e ter os travões nas condições mais ou menos perfeitas”.

Felizmente, depois na segunda parte da corrida, o piloto do Cupra TCR da JT59 racing Team/Bompiso conseguiu “imprimir um ritmo muito forte, ultrapassar em pista os adversários e, a partir do momento em que cheguei ao primeiro lugar, gerir o avano e os pneus e vencer com mérito!”.

O segundo confronto do dia permitiu ao piloto do Cupra TCR repetir a “dose” e assinar mais uma exibição ao mais alto nível. Como o próprio explica “dei tudo na segunda corrida e, mais uma vez, fiz a volta mais rápida à geral, o que não deixou dúvidas quanto à nossa rapidez”, conta Daniel Teixeira, que mais uma vez optou “por gerir os pneus. O Gustavo (Moura) também estava com um andamento muito forte e ambos acabamos por abrir um fosso considerável para os restantes. Infelizmente depois o «Safety-Car» acabou por nos retirar essa vantagem. De qualquer forma a gestão dos pneus foi a acertada. O que me permitiu, após a paragem na box, fazer um segundo turno muito rápido, onde registei a volta mais rápida da corrida e assumir a liderança, conseguindo abrir uma vantagem para o Hyundai e depois gerir”, salienta o piloto transmontano.

Porém Daniel Teixeira não conseguiria repetir o triunfo absoluto, porque desta vez o carro não deixou, como explica: “A cerca de três voltas do fim, comecei a sentir um problema técnico no Cupra e tive que baixar um bocado o ritmo, sendo ultrapassado na última volta pelo Mercedes GT4”, mas rematando um fim-de-semana de sonho com um 2º lugar à geral e novo triunfo entre os TCR.

“Não vencemos à geral, que seria sempre bom terminar o mais à frente possível. Faltou-nos esse pormenor para ser um fim-de-semana perfeito. Mas ganhamos entre os TCR, que era o mais importante. O que nos deixa na liderança do campeonato, após esta jornada, e bastante motivados”, salienta o piloto do JT59 Racing Team/Bompiso.

O piloto transmontano também não esquece a sua equipa: “Fizeram um grande trabalho ao longo de todo o fim-de-semana. Conseguiram encontrar um melhor acerto para o carro e depois o meu trabalho foi o mais fácil”.

Daniel Teixeira não deixa de agradecer também à Race Ready, pela forma como montou uma competição como a SuperCars Endurance Series. “Quero dar os parabéns ao Diogo Ferrão e ao Paulo Ferreira, extensíveis a todo o conjunto de pessoas que com eles trabalham, na organização deste campeonato, porque têm sido de facto de um profissionalismo notável ao longo de todo o evento”, sublinhou.

O piloto da JT59 Racing Team/Bompiso acentua a tónica da validade do conceito que residiu à criação do campeonato: “Se dúvidas havia que esta fórmula – juntando GT4 e TCR – era o caminho e uma forma de sucesso, acho que neste momento não existem nenhumas. Jarama deu-nos duas grandes corridas. E agora o Estoril voltou a ser palco de duas corridas emocionantes, com muita luta em pista, sempre saudável e justa, que proporcionou um grande espetáculo a quem teve a oportunidade de assistir, com várias ultrapassagens e tempos sempre muito parecidos”.

Daniel Teixeira remata elogiando a Race Ready pela sua preocupação “em não beneficiar qualquer tipo de carro, sejam um GT4 ou TCR, mas sim ter um andamento justo e um tratamento equilibrado para toda a gente. Isso não se vê muito hoje em dia”.

Menu