CP (Série C): Trofense-Vila Real, 3-0 (crónica)

Ofensiva trofense não facilitou frente à defensiva vila-realense. Ao intervalo, o resultado era de 2-0.

No jogo a contar para a oitava jornada da série C do Campeonato de Portugal, realizado este sábado o SC Vila Real foi até ao reduto do CD Trofense, tendo saído derrotado por 3-0.

Antecipava-se um jogo de enorme dificuldade para a turma orientada por Fernando Pereira, visto que iriam jogar fora de “portas” frente a um adversário que ocupa os lugares cimeiros da tabela classificativa e que o objetivo principal é a passagem à fase de acesso à 2ª Liga.

O encontro começou melhor para a equipa da casa, que desde o início subiu no terreno, criando diversas oportunidades de perigo para a baliza alvinegra. Os comandados de Fernando Pereira ainda tentaram contrariar a ofensiva do Trofense, só que ao minuto 13, através de João Paredes viriam mesmo a sofrer golo.

A quatro minutos do intervalo, a turma da casa aumentou a vantagem, a partir de um livre direto, executado da melhor forma por Alan Júnior.

Na segunda metade da partida, o SC Vila Real ainda tentou reduzir a desvantagem no marcador, mas acabou por ser a formação da casa, na parte final da partida a chegar novamente ao golo por Adilson Silva aos 89 minutos, confirmando o favoritismo atribuído no início do jogo.

No final do encontro, Fernando Pereira, treinador do SC Vila Real, teceu criticas à equipa de arbitragem, chefiada por Duarte Oliveira, da AF Braga.

A turma alvinegra continua sem vencer na prova, permanecendo na antepenúltima posição com apenas um ponto.

Texto: Luís Roçadas

Foto: CD Trofense

CD TROFENSE-SC VILA REAL, 3-0

CD Trofense: Serginho; Edú Silva (Tito Júnior, 59); Mika; João Paulo; Simão Martins; André Leão (Diogo Silva, 82); Bruno Almeida (Matheus, 68); Vasco Rocha; Alan Júnior; João Paredes (Adilson, 82) e Válter Zacarias (Yair, 68).

Treinador: António Barbosa

SC Vila Real: Nené; Carlos Mendes; Abel Pereira; Pedro Eira; Gonçalo Paixão (Agostinho, 90); Sergey (Diogo Paixão, 77); Cléber (André Fontes, 77); Bruno; Zé Pedro Gregório; António Eirô (Paulo Rodrigues, 54) e Ivanildo.

Treinador: Fernando Pereira

Local: Estádio Clube Desportivo Trofense – Trofa

Árbitro: Duarte Oliveira (AF Braga)

Ação disciplinar: cartão amarelo para Carlos Mendes (40); Edú Silva (47); Abel Pereira (66); André Leão (70); Yair (86`) e Paulo Rodrigues (90+2).

Ao intervalo: 2-0

Golos: 1-0 João Paredes (13); 2-0 Alan Júnior (41); 3-0 Adilson Silva (89).

Menu