CP (Série A): Vitória indiscutível do Montalegre no Vilaverdense

A perder por 1-0, a equipa barrosã conseguiu a remontada e em apenas 23 minutos fez três golos. Esperava-se mais da equipa minhota que esteve mal defensiva e ofensivamente. Em todo o jogo o Vilaverdense só teve duas situações de golo.

Logo aos sete minutos, depois de erro defensivo, o Vilaverdense chega ao golo por intermédio de Tiago Vilela. A equipa transmontana não esmoreceu e empata apenas seis minutos depois – excelente cruzamento de Anderson Zangão e desvio de Lio Guerra.

Aos dezoito minutos um livre direto de Álvaro Branco leva muito perigo à baliza de Marcos Ferreira. A meio do primeiro tempo os transmontanos passam (pela primeira vez) para a frente do marcador – excelente trabalho de Tavares que assiste Lio para bisar na partida.

O Montalegre queria mais e aos 36 minutos Zangão assiste Paulo Roberto que, de forma acrobática, faz o 1-3. A defensiva do Vilaverdense tremia e comprometia. Só de bola parada o conjunto minhoto cria perigo – canto na direita e Paulinho dispara por cima. Podia ter feito melhor o avançado da equipa da casa. Ao intervalo 1-3.

A etapa complementar foi desinteressante e pachorrenta. O Vilaverdense não teve uma única oportunidade de golo, os barrosões defenderam melhor e longe da sua baliza.

O Montalegre podia ter aumentado a vantagem no marcador. Aos 56 minutos, Álvaro Branco, em bom plano, quase faz golo depois de indecisão do guarda-redes Marcos. Aos 62 Zack obriga Marcos a defesa apertada para canto e aos 86 minutos o mesmo Álvaro tenta surpreender o guarda-redes com um chapéu que falhou por pouco.

O triunfo barrosão não merece contestação. Esperávamos um pouco mais da equipa casa que, com este desaire, fica muito mais perto da descida.

“Foi uma entrada boa da nossa parte, não durou muito. O Montalegre chegou muito rápido à frente com a bola e aproveitou bem. Acreditamos que é possível a manutenção. Há que continuar a trabalhar!”, disse Gaspar Silva, o terceiro técnico esta temporada do Vilaverdense.

Já José Manuel Viage, treinador do Montalegre, destaca a importância dos três pontos: “Foi um jogo sem casos, um jogo limpo, o Montalegre foi melhor, ganhamos três pontos importantes na nossa caminhada, hoje saímos mais perto do objetivo manutenção.”

Nuno Carvalho

Foto: Vilaverdense FC

 

FICHA DO JOGO

Vilaverdense 1-3 Montalegre

Campo da Cruz de Reguengo – Vila Verde (Braga)

Arbitro: José Bessa (Porto)

Vilaverdense: Marcos Ferreira, Kiko, Pedro Araújo, Néné, Hugo Costa, Pedro Pereira, Salvador, Aldair, Rodilson (Rui, Amaral 83), Tiago Vilela (Kenny 76) e Paulinho (Kehinde 69).

Treinador: Gaspar Silva

 

Montalegre: Tiago Guedes, David Carvalho , Vitor Alves, Vitor Pereira , Álvaro Branco , Lio Guerra , João Fernandes © (Embaló 87), Tavares, Zack, Zangão (Prince 69) e Paulo Roberto (Rogério 90+2).

Treinador: José Manuel Viage

Golos: 1-0 Tiago Vilela (7); 1-1 Lio Guerra (13), 1-2 Lio Guerra (22) , 1-3 Paulo Roberto (36).

Menu