CP (Série A): Vidago vence em Vimioso com goleada

Goleada de mão cheia


Entrou dominadora a equipa Vidaguense, notando-se que que cedo pretendia chegar ao golo para que fosse possível levar os três pontos para a Vila Termal. O Vimioso, sentia dificuldades e o perigo rondava a baliza do guarda-redes Hélder, mas o nulo mantinha-se fruto de alguma ineficácia ofensiva dos homens de Vidago, apesar de algumas boas oportunidades.


A partir dos 25 minutos a equipa da casa cresceu e conseguiu equilibrar as forças e chegou mesmo a ter alguma preponderância no encontro, foi nesta fase, que a equipa do nordeste transmontano mais adiantada no terreno de jogo, que o Vidago conseguiu chegar aos golos.


Primeiro aos 35’, Gabi desmarca na esquerda Parini que na linha de fundo cruza a meia altura onde surge Adão com um remate de primeira na pequena área a inaugurar o marcador. Volvidos dois minutos, e ainda atordoados com o golo, Elias em velocidade é derrubado na área, prontamente o árbitro da partida aponta para o castigo máximo, na execução Afonso aumenta a vantagem para dois golos


O Vidago quase que deixava resolvido o jogo nesta primeira parte, após uma entrada muito forte com 20 minutos de muito bom nível, tendo a equipa da casa anulado as peças do xadrez vidaguense após esse período, no entanto, foi nessa fase que os comandados de Vítor Gamito conseguiram chegar ao golo.


Ao intervalo o treinador Eurico Martins, realiza três substituições com a esperança de alterar a marcha do marcador, mas a equipa nunca mais se conseguiu encontrar. O Vidago era dono e senhor do encontro, fruto de algum conforto dos dois golos de vantagem.


Por isso, não se estranhou que aos 60’, e mais uma vez pelo lado direito da defensiva do Vimioso, Parini aparecesse isolado na esquerda, e com muito espaço pela frente isola-se perante o guardião contrário e faz o terceiro golo.


Esta fase o jogo corria bem aos forasteiros e aos 62’ Elias é lançado mais uma vez em velocidade e faz um chapéu de belo efeito a Hélder, fazendo com que a bola parasse apenas dentro da baliza.

Aos 65’ foi a vez de Gabi faturar pelo terceiro jogo consecutivo, após a marcação de um livre direto à entrada da grande área dos homens da casa.


Terminava assim o jogo com uma vitória gorda dos Vidaguense, num jogo bem conseguido, em nenhum momento facilitando, contra um adversário que mostrou muitas lacunas a nível defensivo e demonstrou o porque de estar na última posição desta série do Campeonato de Portugal.

Texto e foto: Manuel Portelinha

VIMIOSO-VIDAGO, 0-5

Vimioso: Hélder; Evans; Branquinho; Paulo Cruz; Lico (Wellington 45); Hugo Roma (Bernardo 45); Luisinho; Elvis; Felipe (Regufe 45); Nasir e Diallo.

Treinador: Eurico Martins

Vidago: Tiago Guedes; Jorginho (Príncipe 66); Abreu; Pedro Miguel; Collins (Nuno Miguel 66); Gabi (Elyas 66); Parini; Jony; Afonso (Luís Borges 78); Adão (Guedes 80) e Elias.

Treinador: Vítor Gamito

Local: Estádio Municipal de Vimioso.

Árbitro: Miguel Ribeiro (AF Porto)).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Collins (26); Wellington (56); Nasir (65) e Regufe (80)

Ao intervalo: 0-2

Golos: 0-1 Adão (35); 0-2 Afonso (38 pen); 0-3 Parini (60); 0-4 Elias (62); 0-5 Gabi (65).

Menu