CP (Série A): Montalegre apanhou susto, mas regressa às vitorias

Futebol, Nacional

A turma barrosã esteve a perder ao intervalo, no entanto os avançados Iano e Adão deram a cambalhota ao marcador.

Triunfo justo mas suado do CDC Montalegre diante do lanterna vermelha, Câmara de Lobos, que surgiu em Montalegre com um bloco muito baixo e a defender com dez e até onze atrás da linha da bola.

Face a este cenário, o Montalegre sentiu algumas dificuldades. A equipa transmontana procurou, e bem, jogar pelas alas e aí criou apuros à equipa Insular. Ao minuto dezanove, Rúben Neves dispara ao lado do alvo. Depois, aos 24, grande jogada de envolvimento no ataque barrosão e Zangão obriga Duarte Nuno a excelente intervenção para canto. À passagem da meia hora, e de livre, Rúben Neves atira muito perto da trave. Três minutos depois, Tiago Oliveira dispara forte, para mais uma boa defesa de Duarte, que era até aqui uma das figuras do desafio.

O Câmara de Lobos tinha grandes dificuldades na fase de construção, e batia bolas longas a partir da linha mais recuada até ao avançado Park, sempre muito desapoiado. Foi por isso uma surpresa o golo do Câmara de Lobos – um cruzamento perfeito para Cristiano que conclui com mestria.

Antes do intervalo, Adílson assiste Davou que, no entanto, não consegue o desejado desvio para a baliza. Ao intervalo 0-1 e surpresa no Dr.Diogo Vaz Pereira.

Para a etapa complementar, José Viage lança Ruizinho e tira o médio mais defensivo, João Fernandes. Depois de uma boa iniciativa no ataque, Álvaro Branco cruza para dentro da área e o Montalegre quase empata.

O tento da igualdade chega três minutos depois – assistência de Rúben Neves e conclusão de Iano. O mesmo jogador está perto de bisar, mas o cabeceamento não entra.

Responde a equipa madeirense por Cristiano, com o remate a sair perto da trave. O treinador do Montalegre queria vencer a partida e mete mais avançado.

Adão faz o golo da vitória, apenas cinco minutos depois de estar em campo. O ex-avançado do GDB aproveita uma indefinição do guarda-redes Duarte Nuno e faz o resultado final. 2-1, vitória dez do Montalegre no campeonato, que assim regressa aos triunfos.

Arbitragem positiva, já o melhor em campo foi o capitão Lino Graça, do Câmara de Lobos.

O treinador do Montalegre, José Viage, fala numa “vitória justa. Tivemos cinco oportunidades na primeira parte e não fizemos golo. O Câmara de Lobos no primeiro remate que fez à nossa baliza fez golo. O Montalegre a jogar bem, com intensidade, mas o guarda-redes estava inspirado. Sabia que ia ser um jogo difícil!”

O técnico do Câmara de Lobos é de Valpaços. Rui Oliveira lamenta a forma como a equipa insular sofre o segundo tento:”Deitamos tudo a perder, num erro! O nosso guarda-redes teve uma infelicidade e tirou-nos um ponto, no mínimo. Fomos infelizes!”

Nuno Carvalho

FICHA DO JOGO

Montalegre 2-1 Câmara de Lobos

Estádio Dr. Diogo Vaz Pereira, em Montalegre
Arbitro: Ana Afonso A.F. Porto)

Montalegre: Nuno Rafael, Tiago Oliveira, Victor Pereira, Adílson Vaz, Álvaro Branco (Adão 76), João Fernandes © (Ruizinho 46), Rúben Neves, Luan, Davou, Zangão e Iano (Victor Alves 88).

Treinador: José Viage

Câmara de Lobos: Duarte Nuno, Lucas Sousa, Paulo, Gonçalo, Nuno Santos, Tomás Rodrigues, Cristiano (João Ferro 70), Iroha, Joohna Park (João Arraiol 59), Francisco Sá e Lino Graça ©.

Treinador: Rui Oliveira

Golos: 0-1, Cristiano (40); 1-1, Iano (56); 2-1, Adão (81).

Ação disciplinar: cartão amarelo a Adílson Vaz (43) e Rúben Neves (89).

CP (Série A): Pedras Salgadas regressa às vitórias em jogo antecipado
Taça AFVR: estão encontrados os semi-finalistas

Conteúdo relacionado

Menu