CP (Série A): derrota do Pedras Salgadas com sabor a injustiça e alguma revolta

O Pedras Salgadas perdeu no reduto do S. Martinho, por 3-1, em jogo da décima nona jornada da série A do Campeonato de Portugal . Um resultado injusto e ingrato para os homens da “vila termal” que terminaram a partida com razões de queixa da equipa de arbitragem.

A verdade é que os comandados de Ricardo Silva, que vinham de duas vitorias consecutivas nas duas jornadas anteriores, demonstraram uma enorme vontade de vencer o jogo, no reduto de um adversário do topo da tabela e que em casa ainda não conheceu o sabor amargo da derrota e fizeram-no através de uma grande postura.

Os homens da “vila termal” entraram bem na partida e marcaram cedo por intermédio de Lenno. A superioridade na maioria do tempo de jogo foi notória, e não fossem algumas falhas em zona de finalização e os erros crassos do árbitro Carlos Pizarro (AF Braga), que permitiram aos homens da casa a reviravolta no marcador e que tiveram clara influência no resultado final do encontro, o desfecho teria sido outro.

No final da partida Ricardo Silva estava desolado. “O resultado é injusto. Os meus jogadores trabalharam muito e não mereciam a derrota, estão desolados. A terceira equipa em campo levou-nos a este desfecho e assim é muito duro perder”, criticou o treinador do Pedras Salgadas.

 

Ficha de Jogo

S. Martinho 3-1 Pedras Salgadas

Estádio Comendador Abílio Ferreira de Oliveira (São Martinho do Campo)

Arbitro: Carlos Pizarro (AF Braga)

S. Martinho: Bruno Pinto, Chico, Tiago Valente, Manuel Pedro, Pedro Rodrigues, Babo, João Abreu (Ricardo Pinto, 75), João Carneiro, George, Nei e Matheus (Vasco Costa, 66).

Treinador: Agostinho Bento

Pedras Salgadas: Pedro Freitas, Rafa, Lamine (Carlos Rocha, 31), Carlos Freitas, Miguel Carreira (Edson, 88), Zé Lopes, Alex, Rui Jorge (Danilo, 66), Luís Neves, Miguel Lima e Lenno.

Treinador: Ricardo Silva

 

Golos: 0-1, Lenno (16); 1-1, Babo (38); 2-1,  Vasco Costa (81); 3-1, George (90)

Cartão amarelo a Babo (39), Miguel Carreira (45), Carlos Freitas (60), Carlos Rocha (75) e Rafa (80)

 

Menu