CP (Série A): derby entre Pedras Salgadas e Mirandela deu empate

Pedras Salgadas 2-2 Mirandela

Pedras Salgadas e Mirandela empataram a dois golos, num jogo intenso, jogado debaixo de muita chuva, o que condicionou de certa forma o espectáculo, relativo à 11ª jornada da série A do Campeonato de Portugal, onde não faltaram golos e emoção, com a equipa da casa a ver-se em desvantagem, por duas vezes, mas sempre acreditar no melhor resultado possível até final da partida.

A turma termal, que vinha de três derrotas consecutivas para o campeonato, entrou com vontade de vencer e logo aos 2`, Luís Neves apareceu em boa posição para inaugurar o marcador, mas o remate do médio passou por cima da baliza de Marco. Contudo, seria a formação do Tua a chegar ao golo. Transição rápida de contra-ataque, cruzamento da direita e Varela aos 6`, antecipa-se à defensiva e guarda-redes local e faz o primeiro da partida.

A equipa da casa acusou o golo e tardou a reagir. No entanto, aos 31` na sequência de um pontapé de canto, Miguel Carreira faz o golo da igualdade, com o contributo involuntário do guardião visitante.

Os forasteiros voltaram a mostrar eficácia aos 33`, uma transição rapidíssima de contra-ataque, com Vitinho a cruzar, o esférico “bate” em Carlos Rocha e trai Pedro Freitas. Estava feito o segundo para os visitantes.

As alterações feitas por Ricardo Silva, treinador do Pedras Salgadas, no decorrer da etapa complementar, fez com que equipa termal se apresentasse mais organizada, com mais bola e mais ofensiva.

Aos 68’, Rafa cruzou de forma brilhante para Miguel Lima, de cabeça, concluir de forma excelente. Estava reposta a igualdade no marcador.

A partir daqui, o jogo ficou partido e ambas as equipas poderiam ter marcado, com a oportunidade mais flagrante a pertencer à equipa termal. No último lance da partida, o experiente guarda-redes Pedro Fernandes, que entrou aos 83` a substituir o lesionado Marco, com uma defesa de nível elevadíssimo evitou o golo da vitória da equipa da casa.

Luís Roçadas

Menu