CP (Série A): Dérbi entre Chaves Satélite e Montalegre termina com empate

Empate justo

Não foi um grande jogo de futebol, prejudicado também pelo forte vento, porém as equipas tiveram excelente entrega e o resultado esteve sempre em aberto…

Na primeira parte o Chaves Satélite teve dificuldades em pegar no jogo e o Montalegre era uma equipa coesa. Bachi cria perigo numa bola parada que defende bem Tiago Guedes. A asa esquerda barrosã funcionava bem com Álvaro e Zack em bom plano e foram eles que construíram o lance do primeiro golo da tarde, com o Senegalês a finalizar à segunda tentativa.

Reage bem o Chaves Satélite: Aliu assiste Gustavo que faz o tento do empate. Mas o Montalegre parecia estar um pouco melhor no jogo e de bola parada quase faz o segundo tento. Antes do intervalo Marlon, em boa posição, atira por cima. Em cima do intervalo grande jogada de ataque do Montalegre com Zangão a atirar por cima. Podia ter feito melhor o jogador que lidera a lista de melhores marcadores do CDCM. Ao intervalo 1-1.

Na etapa complementar o jogo foi um pouco partido, com as duas equipas a anularem-se. O conjunto da casa passa, pela primeira vez, para a frente do marcador, à passagem do minuto 63, com Aliu, ex Montalegre, a fazer o segundo. Um lance que motivou inúmeros protestos dos Barrosões que ficam a pedir falta no início da jogada.

A perder por 2-1, José Manuel Viage arrisca com dois avançados e um médio, Gabi, que cria perigo de cabeça.

O Chaves Satélite procura fechar o jogo e Bachi remata forte para boa defesa de Tiago Guedes. Aos 83 minutos Marlon é imprudente e apoia-se num jogador visitante dentro da área. O juiz madeirense não teve dúvidas e assinala grande penalidade que converte Álvaro Branco. O jogo terminaria pouco depois com divisão de pontos.

Duas equipas fortes que protagonizaram um duelo renhido, com muito público e incerteza até ao final.

Por estar castigado, Carlos Guerra, treinador do Chaves Satélite, não compareceu à conferência de imprensa. André Miguel foi o porta-voz: “Tivemos dificuldades em entrar no jogo, parece-me o empate justo. Não conseguimos ligar o jogo numa primeira fase. Na segunda parte o jogo tornou-se um pouco partido – o Montalegre a não deixar que nós joguemos, nós a tentar também não deixar jogar. A ganhar 2-1 temos de abordar o jogo de forma diferente”.

Já o técnico do Montalegre, José Manuel Viage , sublinha que “foi um jogo emotivo, um derby, houve momentos em que fomos superiores e outros em que o Chaves esteve por cima. Viemos para ganhar, fizemos tudo, aceita-se o resultado mas a haver um vencedor seria o Montalegre.”

Nuno Carvalho

FICHA DO JOGO

Chaves Satélite 2-2 Montalegre

Complexo Desportivo Francisco Carvalho, em Chaves

Árbitro: Pedro Viveiros (Madeira)

Chaves Satélite: Samu, Sérgio Conceição, Pedro Pedroso, Marlon, Simão Martins, João Bachi, Hélder Almeida, Ruca (Aboubakar 86), Afonso (Mika 61), Aliu Ronaldo (Faissal 78) e Gustavo ©

Treinador: André Miguel

Montalegre: Tiago Guedes, David Carvalho, Vítor Alves, Vítor Pereira (Gabi 72), Álvaro Branco ©, Lio Guerra, João Fernandes, Tavares (Beto 77), Zack, Zangão (Rogério 69) e Paulo Roberto.

Treinador: José Manuel Viage

Golos: 0-1, Zack (21); 1-1, Gustavo (26); 2-1 Aliu Ronaldo (63); 2-2, Álvaro Branco (84 pen.)

DISCIPLINA: Cartão amarelo a Hélder Almeida (74), Marlon (83), Beto (85), Simão Martins (88), Mika Borges (90+5)

CP (Série A): Pedras Salgadas vence em casa do líder Vizela
AFVR (Divisão de Honra): Os destaques da jornada 23, por Hugo Teixeira

Conteúdo relacionado

Menu