CP: Montalegre com exibição de gala

Pela primeira vez o Montalegre arrancou  o Campeonato de Portugal (CP) com um triunfo. E que vitória! Foram 6-1 e uma exibição que faz sonhar todos os adeptos.

O CDC Montalegre entrou muito forte na contenda – com rápida circulação de bola, atitude e total compromisso – foi sem surpresas que chegou o primeiro golo, ao minuto 7, Beto López abria as portas a uma tarde mágica e à maior goleada Barrosã nesta prova.

Zangão, Davou e Beto colocavam os minhotos em polvorosa e é o brasileiro que obriga Júlio a defesa apertada para canto… Mas Zangão marca mesmo, aos 15 minutos.

A Oliveirense entrou muito mal no jogo – defensivamente com muitas falhas e com grandes dificuldades em ligar o seu jogo. Beto Lopez, o melhor em campo, fazia o 3-0, à meia hora de jogo, e adivinhava-se a goleada.

Melhora a Oliveirense e tem duas situações de golo – primeiro pelo capitão Vítor Bastos por cima da trave e depois num livre de Leandro Albano que sai perto do poste…Ao intervalo 3-0, exibição quase perfeita e a faena quase concluída…

Na segunda metade do encontro, a turma barrosã surge com um ritmo mais baixo. A Oliveirense tentava mas não conseguia. O Montalegre defendia bem e saía rápido na frente, porém com menos perigosidade.

Mesmo assim, aos 64 minutos de jogo a turma da casa chega ao 4-0, num auto-golo de Dabo.

De livre direto, João Costa ainda reduz, com ajuda preciosa da barreira que trai Nuno. Mas foi sol de pouca duração, no minuto seguinte Zangão bisa num lance muito rápido.

A fechar as contas do jogo ainda houve tempo para um grande disparo de Tiago Oliveira que faz o definitivo 6-1, depois de um canto trabalhado no laboratório.

Entrou a todo o vapor a equipa barrosã que volta a fazer história.

O técnico do Montalegre, José Manuel Viage, considera que a “sua equipa fez uma excelente exibição do princípio ao fim. O processo, o jogo, uma circulação de bola fantástica. Criámos muitas situações de golo, estamos bastante satisfeitos, mas é só um jogo.”

Já o treinador da AD Oliveirense, o espanhol Manuel Crespo, sai desiludido com a exibição da equipa: “ Só tínhamos 13 jogadores disponíveis, estivemos muito nervosos, tivemos dificuldades com bola. Os jogadores têm de dar mais, aquilo que preparámos não conseguimos executar em campo. Não estivemos à altura do jogo.”

FICHA DO JOGO

Montalegre 6-1 AD Oliveirense

Estádio Dr. Diogo Vaz Pereira, em Montalegre
ÁRBITRO: Márcio Torres (A.F. Viana do Castelo)

Montalegre: Nuno Rafael, Tiago Oliveira, Adilson, Álvaro Branco, Zack, João Fernandes ©, Rúben Neves, Lio Guerra, Davou (Ruizinho 88), Zangão (Iano 74) e Beto López (Adão 74).

Treinador: José Manuel Viage

AD Oliveirense: Júlio Neiva, Vítor Bastos ©, Fábio Fonseca, Nuno Pereira, João Costa, Luís Carlos, Rafael, Dabo (Rui Manuel 63), Leandro Albano, Bruno Santos e Caio Gomes.

Treinador: Manuel Crespo

Golos : Beto López (7e 30) , Zangão (15 e 76 ) , Dabo (auto-golo 64), João Costa (75), Tiago Oliveira (85)

Ação disciplinar: cartão amarelo a Vítor Bastos (21), Nuno Pereira (77 e 84), Rui Manuel (87) , Bruno Santos (90+2). Cartão vermelho a Nuno Pereira (84).

Texto: Nuno Carvalho

Foto: CDC Montalegre

Menu