CP | Foi aprovada a dissolução do União da Madeira

Esta terça-feira, a máquina há muito soluçante e a ameaçar gripar, foi desligada pela justiça.

Aprovou-se, no Tribunal do Funchal, a dissolução e encerramento do União da Madeira, após proposta do administrador da insolvência. Escreve o “Diário de Notícias da Madeira” que o próprio representante do Governo Regional presente na audiência votou a favor. Os problemas financeiros que ressoavam em tudo o resto do dia a dia do clube eram demasiados.

O plantel, onde existiam 22 jogadores, vivia “completamente à deriva”. O clube apenas pagara o primeiro salário desta época e tinha os últimos dois meses de ordenados por saldar com os futebolistas que competiam na série A do Campeonato de Portugal.

O União da Madeira, fundado em 1913, participara pela última vez na I Liga em 2015/16. Dois anos depois tombaria da II Liga e desde então que competia no Campeonato de Portugal, que esta época se tornou na 4.ª divisão do futebol português após a criação da Liga 3.

Menu