Campeonato de Portugal vai ter 63 equipas em prova, divididas por seis séries

Com o nascimento da Liga 3 , a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) viu-se obrigada a aplicar algumas alterações naquele que é o campeonato nacional masculino com mais equipas em prova. Desde logo, o Campeonato de Portugal 2021/22 vai começar por ser reduzido.

Segundo a proposta enviada pela FPF aos clubes, e divulgada esta sexta-feira pela imprensa nacional, a prova vai contar com menos 33 equipas, passando das atuais 96 para 63. Destas, surgirão três séries de 10 equipas e três de 11. Recorde-se que atualmente as 96 equipas estão separadas em oito séries.

No que respeita ao formato da competição, mantêm-se as três fases: regular (a duas voltas), fase de manutenção (duas voltas) e, por último, a fase de subida a uma só mão entre os dois primeiros classificados de cada série. O primeiro e segundo classificado da fase de subida são promovidos à Liga 3.

Por outro lado, a fase de permanência será dividida em 12 séries de quatro e cinco equipas. Das 63 equipas em prova, 40 provêm da atual competição, 18 chegam dos campeonatos distritais, um representante de cada uma das Regiões autónomas (2), bem como os três clubes da Madeira que esta temporada se viram obrigados a desistir da prova.

Menu