Campeonato de Portugal: a análise aos resultados da 21ª jornada das equipas transmontanas

O último fim de semana ditou a já previsível descida do Bragança. O Pedras Salgadas arrancou um precioso triunfo em casa do Mirandela e está agora em posição privilegiada para garantir a manutenção. Vidago também venceu mas tem um cenário bem menos favorável. Destaque ainda para o Montalegre que impôs a primeira derrota do campeonato ao Braga B. Na série C, o Vila Real empatou e precisa de ganhar na última jornada para festejar a permanência.

Comecemos pela série A e pela vitória do Pedras no terreno do Mirandela. Até foi a turma da casa a abrir o marcador, mas o conjunto termal era quem mais precisava de pontos e talvez por isso tenha sido quem mais jogadas de perigo criou, justificando o triunfo por 2-1. Estes três pontos deixam o conjunto de Andrés Madrid praticamente a salvo mas ainda não pôde festejar pois o golo solitário de Elias permitiu ao Vidago vencer  em Cerveira e manter-se ainda com esperanças de ficar no Campeonato de Portugal. Na última jornada, o Vidago precisa de ganhar ao Montalegre e esperar que Pedras Salgadas ou Vilaverdense percam. O Pedras tem uma tarefa aparentemente mais fácil, recebe em casa o despromovido Cerveira que vai já numa série de 13 jogos sem conhecer o sabor da vitória e que fora de casa só conseguiu vencer uma vez, frente ao Vimioso. O Vilaverdense nesta jornada sofreu um golo aos 90 minutos (derrota 1-2 frente ao Merelinense) e assim precisa de pontuar no terreno do Maria da Fonte para não depender de terceiros.

Na definição dos lugares cimeiros, o Montalegre aproveitou o deslize do Mirandela e subiu ao terceiro lugar. Tudo graças a um triunfo por 3-1 numa exibição quase perfeita dos barrosões. Esta foi a primeira derrota dos bracarenses no campeonato, o que diz muito do feito alcançado pelos comandados de José Viage. Já se sabe que quem ficar em terceiro irá “apanhar” Merelinense, o quarto e quinto classificados da série B, evitando assim Vitória SC B e Pevidém ou Fafe, que estão nos 2 primeiros lugares.

O Bragança ainda não tem o seu lugar definido (pode ainda subir uma posição) mas viu confirmada a sua descida de divisão. Os brigantinos somaram três pontos na receção ao Maria da Fonte (3-2), no entanto a vitória do Pedras atira a equipa de Rafael Nascimento para a distrital. De realçar a boa segunda volta do Bragança, com 14 pontos já somados, mas pagou caro a primeira volta desastrosa e sobretudo ter sido a única equipa que não conseguiu derrotar o Vimioso. 

Mata-mata entre Pedras Rubras e Vila Real

Na Série C, um golo nos momentos finais permitiu ao Vila Real resgatar um ponto na recepção ao Leça. O empate não era suficiente para sair da zona de despromoção mas face à surpreendente vitória do Coimbrões frente ao Gondomar, este ponto garante que em caso de vitória na última jornada o Vila Real consegue a manutenção. Nesta jornada, Salgueiros e Paredes garantiram a permanência. A turma salgueirista, em jogo de aflitos, levou a melhor sobre o Pedras Rubras. Já o Paredes aplicou a mesma receita da jornada anterior contra o Vila Real, marcou cedo e depois resistiu ao massacre do Amarante. 

Na derradeira jornada, os transmontanos deslocam-se ao terreno do Pedras Rubras, que tem mais um ponto e é o atual oitavo classificado. Vai ser um jogo de lágrimas para pelo menos uma das equipas. Ao Vila Real só a vitória interessa e garante a permanência. Ao Pedras Rubras o empate pode chegar, caso o Coimbrões não vença o Salgueiros. O Pedras Rubras é uma equipa muito combativa, muito física e, com certeza, não será uma tarefa fácil para a turma de Nuno Barbosa. No entanto, a equipa transmontana tem dado bons sinais dentro de campo e melhorou claramente desde a mudança de treinador. Sem dúvida que será um jogo a não perder pois emoção não vai faltar.

Hugo Pires (Jornalista)

Menu