AFVR (Fase Apuramento de Campeão): vai para o Douro

Já á só falta uma jornada para o final da Fase de Campeão do Campeonato da Divisão de Honra da Associação de Futebol de Vila Real, mas agora ficamos sem dúvidas: a subida fica no Douro, na Régua ou em Santa Marta. Vamos aos jogos:

Abambres – Sabrosa, 3-1: que grande vitória abambrina, a mostrar claramente que é uma equipa de Fase de Campeão! Para mim, tem sido a surpresa do campeonato e, de entre as equipas que jogam para a subida, apenas perdeu com o Santa Marta (mas ainda irá jogar com o Régua). Quanto ao Sabrosa, tinha neste jogo uma boa oportunidade para pontuar, no entanto, e por aquilo que foram os seus desempenhos até aqui, merecia mais pontos do que aqueles que tem.

Cerva – Vila Pouca, 1-3: o Vila Pouca vingou a derrota no jogo da Taça AFVR, mas para mim, continua a ser a equipa desilusão deste campeonato, pois saíram da luta demasiado cedo. Destaque para o Giovani que fez 2 golos, mas deixar a nota para o facto de ter estado no banco em jogos decisivos da sua equipa, algo inexplicável (e em todos esses perderam pontos). O Cerva soma a 2ª derrota e a equipa já vem a cair aos poucos, as lesões também não têm ajudado, mas é uma equipa que ainda tem muito peso no nosso campeonato (vai a Santa Marta na última jornada e ainda estão na Taça AFVR).

Ribeira de Pena – Régua,1-3: um jogo emotivo e que esteve em aberto até final, com o Régua a marcar o 1-2 já aos 89 minutos, pelo central João Mário, sendo que João Nuno, pouco depois, sentenciou o jogo. O Régua consegue mais uma vitória nos últimos minutos, o que demonstra que a equipa está unida e vai lutar por este campeonato até ao final (porque em caso de empate, o Santa Marta teria subido). Quanto ao Ribeira de Pena, quem visse o jogo de hoje não diria que ainda têm zero pontos.

Vilar de Perdizes – Santa Marta, 0-2: mais um ano em que o Vilar de Perdizes prometeu muito, mas em que nem na luta fica até final, nem a uma final de taça vai sequer. É duro, mas são factos. O Santa Marta teve o “jogo de uma vida”, num momento da época em que a equipa podia não aguentar, ainda para mais depois da lesão do seu melhor marcador (Luisinho). Mas conseguiu vencer, vai na frente e apenas com uma derrota (contra o Régua), precisamente também no único jogo na qual sofreu golos.

Para a última jornada, as contas são fáceis de fazer, porque se o Santa Marta ganhar sobe ou então se fizer melhor resultado que o Régua. O Régua tem de fazer melhor resultado que o Santa Marta (vencer e esperar pela escorregadela dos penaguiotas).

Por Diogo Castela

Menu