Afonso Laranjo: técnico vila-realense dá cartas na cidade dos arcebispos

Afonso Laranjo, de 23 anos, natural de Vila Real, cidade onde cresceu e estudou, é o técnico principal da equipa sub-19 de futsal masculino do Sporting de Braga/AAUM, e tem conquistado a capital do Minho nos últimos anos.

Licenciado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e Mestre em Engenharia e Gestão Industrial pela Universidade do Minho (UM), o jovem sempre foi apaixonado pelo desporto, em particular por futsal e futebol.

Tendo idade de júnior, Afonso começou a praticar na cidade transmontana, jogando durante três anos no Académico Alves Roçadas. No terceiro ano a representar o clube, o treinador e coordenador da academia oferece-lhe a possibilidade de treinar uma equipa de formação. Apesar de reticente devido ao tempo que poderia ser escasso, o jovem aceita a oportunidade de treinar a equipa de infantis do clube vila-realense, subindo de escalão no ano seguinte.

O bom trabalho foi refletindo e, mais tarde, é convidado para treinar a equipa de juvenis do Sporting Clube de Braga/AAUM. Paralelamente, a sua ideia sempre foi ter um porto de abrigo, que se traduz na formação na Engenharia Mecânica e na Engenharia e Gestão Industrial.

Sendo jovem são muitas vezes postas em causa a idade e a experiência, “mas mais que a idade, é a competência, a dedicação, a capacidade de evoluir e a ambição”. Para Afonso são estas as bases de um bom profissional da área.

É com estas máximas que o jovem treinador alcança um feito inédito: é o mais novo a vencer uma Competição Nacional de juniores. Invicto e com apenas um empate em 31 jogos. A este título juntaram-se a Taça Distrital e a Taça Nacional.

“Ser campeão sempre foi um sonho”

Desde cedo tinha um objetivo em mente: o de ser campeão. Infelizmente, como jogador nunca se sucedeu. Porém, já como treinador, foi-se preparando, desde o início. Verificou-se um investimento de tempo, de qualidade de recursos humanos. Os resultados foram surgindo, semana após semana, tendo sempre a noção de uma melhoria constante necessária. Afonso Laranjo defende que as vitórias não poderiam ser a origem de um desvio no caminho para o título.

Ser o campeão mais novo da história começou a surgir a meio da época. O jovem treinador afirmou: “é um orgulho tremendo, mas também tenho noção dos diversos holofotes virados para mim. A posição atual é a de trabalhar ainda mais, porque tenho muita gente a olhar para mim e eu não quero desiludir ninguém e quero chegar, ainda, a patamares mais longe”.

Na presente época desportiva (2019/2020) o SC Braga/AAUM disputa, pela primeira vez, o Play-off de campeão no Campeonato Nacional de Juniores. O desafio não é fácil e a equipa sentiu a diferença: “É como subires uma equipa da 2ª Divisão para a 1ª. O choque é tremendo. A competitividade é aterradora, o nível das equipas é completamente outro. Nós temos os pés bem assentes no chão, o nosso objetivo é ficar nos primeiros quatro (lugares) da zona norte, de forma a assegurar a passagem à segunda fase do Campeonato Nacional, garantindo a manutenção para a próxima época e, ao mesmo tempo, estarmos presentes na Final Four do Campeonato Nacional.”

Afonso Laranjo sonha um dia estar no lote de melhores treinadores portugueses e de “ser uma referência a nível nacional”, tendo como principal sonho “ganhar a maior competição de clubes”.

Reportagem de Luís Miguel Gusmão, publicada originalmente na edição nº 701 do Notícias de Vila Real.

AF Bragança e AF Vila Real reúnem com a Federacion de Castilla e Leon de Futbol
Cauê deixa o S C Vila Real e assina pelo Águeda

Conteúdo relacionado

Menu