XVII Open AAUTAD

0
257

Torneio da academia transmontana a caminho da maioridade

E pur si muove! “E no entanto, ela move-se! ”A célebre frase pronunciada por Galileu Galilei perante o Santo Ofício da Inquisição (que se viu obrigado a abjurar a pretendida heresia de que a Terra se movia, no espaço, sobre si mesma) poder-se-á aplicar (singelamente, é certo) à Secção de Ténis da AAUTAD. “Ela move-se… está viva!” Ano após ano, Open após Open… os tenistas da academia transmontana “movem-se” e organizam consecutivamente competições.

Assim, a Secção de Ténis da AAUTAD organiza no próximo fim-de-semana (25 e 26 de Julho) mais uma edição do Open AAUTAD, evento que, até à época passada, integrava o calendário oficial de provas da Federação Portuguesa de Ténis (FPT).  Desta feita, a competição terá a particularidade de ser aberta a toda a academia transmontana e comunidade vila-realense em geral.

Esta alteração, mais ampla e abrangente, permite, na opinião de Amadeu Fernandes, responsável técnico dos tenistas da academia transmontana, que apareça cada vez mais público e praticantes e que os torneios sejam cada vez mais divulgados e reconhecidos na “Bila”.

Retrospectivamente, na época passada, e após diversos encontros, os lugares da final do quadro competitivo foram preenchidos com dois dos mais creditados tenistas da AAUTAD. Sumulamente, na passagem ao derradeiro encontro, Henrique Vaz derrotou sem mácula Nuno Soares (CT Braga – n.º 124 FPT) por pesados 6/1, 6/0. Do lado oposto do quadro, Amadeu Fernandes aguentou longa e pacientemente os seus evidentes sinais de cãibras induzidas pelo calor e levou de vencida Carlos Neves (Estrela Vigorosa Sport – n.º 85 do ranking nacional) por 7/6 (7-0) e 6/0.

Na final, numa contenda entre veteranos colegas de equipa, o aqui alterado adágio popular “Amigos, amigos… raquetes à parte”, foi a matriz do encontro. Vaz sempre muito competitivo e “municiado” de uma bela esquerda a uma mão, e Fernandes com resquícios físicos da ½ final, ainda assim, proporcionaram boas trocas de bolas e pontos de substância tenística. O resultado foi fixado em 6/2, 6/4 a favor de Henrique Vaz (na foto, à esquerda).

Para esta edição, e é uma nota importante, além das habituais t-shirts de participação e troféus aos diferentes vencedores e finalistas, também estarão em jogo uns pouco usuais prémios Dunlop, como dois sacos Biomimetic Thermo 10 e dois Biomimetic Thermo 3. Sem dúvida, um aliciante incentivo à participação neste XVII Open AAUTAD.

Para esta 17.ª edição e como canal preferencial, os interessados devem proceder à respectiva inscrição no quadro de singulares e/ou pares até ao dia 23 (5.ª feira), através do e-mail tenis.aautad@gmail.com – ou pelo 914209395.

O sorteio dos quadros e a elaboração da ordem dos jogos realizar-se-á pelas 12h na sede da AAUTAD, no dia 24.

Deixar comentário

Comentário