Jogo muito bem disputado por duas excelentes equipas que colocaram em campo toda a sua garra e determinação para a obtenção da vitória.

Inicio muito cauteloso de ambas as equipas a tentarem perceber o posicionamento do adversário, com posse de bola repartida e com algumas jogadas de perigo junto das duas balizas.

O Abambres iria chegar ao golo através de H. Rodrigues que com um bom remate de fora da área não dá hipóteses de defesa a Zé Joaquim. Poucos minutos depois é Zé Lameirão que na conversão de um livre à entrada da área consegue bater novamente o guarda-redes contrário, podendo este ter feito algo mais para defender o remate.

O resultado de 0-2 ainda cedo no jogo não espelhava o que se passava dentro das 4 linhas, visto que nem o Abambres exercia uma supremacia sobre o Chaves nem tinham sido criadas jogadas de verdadeiro perigo junto das áreas.

Os jogadores do Chaves algo descontentes com o resultado tentam tomar conta do jogo e através de lançamentos longos para os seus jogadores mais rápidos, Manel e Josué, tentam importunar a defensiva do Abambres que sempre muito sóbria conseguia resolver os lances a seu favor. Já muito perto do final da 1.ª parte o Chaves chega ao 1-2 através de Josué, na recarga a um livre á entrada da área em que Facote consegue defender o 1.º remate, fuzila autenticamente o guarda-redes do Abambres.

Para o 2.º tempo, o treinador do Abambres opta por fazer todas as alterações disponíveis enquanto o treinador do Chaves faz as substituições no decorrer deste segundo período.

O  Abambres dá a iniciativa de jogo à equipa do Chaves para em jogadas de ataque rápido tentar surpreender a defesa contrária. Já o Chaves com maior posse de bola tenta através dos corredores laterais principalmente pelo lado esquerdo, onde Kasongo se torna o maior dinamizador, criar desequilíbrios na defensiva do Abambres mas fruto da grande entre ajuda e espírito de sacrifício os jogadores do Abambres não deixavam que a sua baliza fosse novamente violada.

O Chaves cria alguns lances de verdadeiro perigo com algumas bolas a serem defendidas por Facote e outras muito perto da linha de golo pelos seus defesas. Por sua vez o Abambres, principalmente pelo lado esquerdo e através de Rui consegue criar também lances de perigo na área contrária.

Já muito perto do final da partida o Chaves chega ao golo do empate, aproveitando um bom cruzamento da direita para a marca da penalidade onde Josué aparece a desferir um bom cabeceamento não dando hipóteses de defesa a Facote.

O Abambres ainda possui duas boas chances para desfazer a igualdade numa delas é Patrick que após um mau atraso ao seu guarda – redes consegue em cima da linha evitar o golo e noutra é Zé Lameirão que na conversão de um livre envia a bola ao travessão.

O empate final aceita-se pois assistiu-se a um excelente jogo de futebol.
Parabéns a todos os intervenientes pelo excelente convívio realizado.

R.Cruz

 

Jogo disputado no campo de treinos do GD Chaves (relvado sintético)

Árbitros:- Carlos, António e Bruno

GD Chaves:- Zé Joaquim. Pitufo, Patrick, Caló, Kasongo, Abílio, P. Alexandre, Louçano, Manel, Josué e Rendeiro.
Suplentes:-Toni, Bexigas, Zé Carlos, J. Albano, Vítor e Machado..
Capitão:- Abílio.
Treinador:- Diamantino

Abambres SC :- Facote, Raúl, Ismael, Ricardo, M. Teixeira, H. Rodrigues, Hélder C., P. Cruz, Guerra, Rui e Zé Lameirão.
Suplentes:- Bruno, Tó, Artur, Alcides e Zé Alberto.
Capitão:- Ismael
Treinador:- Dex

Marcadores:- Josué (2) para o GD Chaves e H. Rodrigues e Zé Lameirão para o Abambres.

 

Deixar comentário

Comentário