Tenistas da casa disputaram a final

Foi mais longo do que o esperado! O início do quadro desta competição teve como cenário a celebração pascal e, face ao elevado número de encontros, findou em pleno Dia da Liberdade, a 25 de Abril. Uma boa transição, dirão alguns! A Páscoa, palavra de origem hebraica que significa “Passagem”, é associada à saída dos hebreus do Egipto pela liderança de Moisés.

A Revolução de Abril de 1974 também foi uma “Passagem”. Salgueiro Maia na frente! Da ditadura para a democracia, da guerra colonial para a paz, e da opressão para a liberdade. Livre também na sua escolha, o Clube Ténis de Vila Real dedicou esta competição exclusivamente à “paixão” dos tenistas da casa: os pares!

A competição foi aberta a todos os tenistas da comunidade vila-realense, região transmontana e alto-duriense e, por exemplo, duplas de Lamego e do Peso da Régua foram adversários a ter em conta. Com um simpático número de inscritos, os diversos encontros decorreram com fluidez nos quatro courts de cimento poroso do CTVR (junto ao aeródromo) e o longo e intenso formato de grupos (todos contra todos) foi o adoptado.

Jogou-se à melhor de 3 sets, com tie-break nos dois primeiros e, quando necessário o terceiro, disputou-se o denominado match tie-break, até aos 10 pontos, salvaguardando-se sempre a regra dos 2 pontos de diferença para alcançar a vitória.

Na desejada final, e após terem batido meritoriamente os seus anteriores oponentes, estiveram em liça o par António Machado / Raul Alhais e Paulo Padilha em parceria com Albano Ledo.

Nesta fase, e numa contenda agendada para o “centralito” do CTVR, a parceria Padilha / Ledo (na foto, à direita) revelou-se mais consistente e afoita nos momentos decisivos, conquistando o Torneio da Páscoa, ao bater os seus experientes oponentes pelos parcelares de 6/2 e 6/3.

Sem dúvida, uma excelente oportunidade para ver em acção alguns dos melhores jogadores da “praça”, que puderam usufruir das renovadas infra-estruturas disponíveis (4 campos), base de lazer, competição e Escola de Ténis que actualmente o Clube Ténis de Vila Real proporciona aos seus sócios e visitantes.

AF

Deixar comentário

Comentário