Subida do Boavista vai provocar alterações nas ligas de futebol

0
699
Pantera está de regresso aos grandes palcos

O Boavista está confirmado na Liga 2014/2015. O processo “Apito Final”, que se arrasta desde 2008 nos tribunais, foi favorável aos axadrezados. O regresso à maior liga profissional portuguesa está marcado para o próximo ano. Contudo, esta promoção administrativa vai trazer algumas mudanças aos campeonatos profissionais, nomeadamente à Segunda Liga, onde milita o Desportivo de Chaves, e na Fase de Subida do Nacional de Seniores, onde está o Bragança.

Com 22 clubes, o alargamento da atual Liga 2 Cabo Visão nunca foi bem aceite… Ao todo, vão ser disputadas 42 jornadas (já foram disputadas 36), um número díspar se tivermos em conta as 30 jornadas da Primeira Liga.

Até à data, o Grupo Desportivo de Chaves, atual nono classificado com 53 pontos (a 14 do líder, FC Porto B), já conheceu altos e baixos nesta divisão, que resulta também da “imensidão” de clubes a atuar no mesmo campeonato. Para não falar das atuais quatro equipas “B” – Benfica, Sporting, Porto, Marítimo e Braga – que disputam a liga quase a “feijões”.

Do CNS à Primeira Liga
Voltando a Boavista, sabe-se que o clube do Bessa foi o primeiro classificado da série C da Fase Regular do Campeonato Nacional de Seniores (CNS), o mesmo onde milita o Vila Flor, e é o atual quinto classificado, com 10 pontos, da Fase de Subida – Zona Norte, logo atrás do GD Bragança, com 11 pontos.

Agora que está confirmada a subida à Primeira Liga, é sabido que o Boavista é o primeiro clube a cumprir os pressupostos financeiros exigidos pela Liga de Futebol Profissional (LFP), após um plano especial de recuperação que reduziu o passivo para metade (32 milhões de euros).

Ainda no CNS, caso o Boavista se coloque num lugar de subida de divisão à 2ª Liga, a vaga será ocupado pelo clube que se classifique imediatamente a seguir.

Subida implica alargamento
A subida do Boavista vai possibilitar o alargamento da Primeira Liga de 16 para 18 clubes, de acordo com o protocolo estabelecido entre a Liga e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que esperava pela resolução do processo do clube do Bessa.

O mesmo protocolo determina que a vaga em aberto (ou seja, o 18º clube a chegar à Primeira Liga) será ocupada pelo vencedor de um play-off entre o 15º classificado da 1ª Liga e o terceiro da 2ª Liga que reúna as condições para ser promovido. Aqui excluem-se as equipas “B” que, como se sabe, não podem subir de divisão.

Salvo alteração, os jogos deste Play-off serão disputados em Maio, nos dias 13 ou 14 (1ª mão), e 17 ou 20 (2ª mão). Assim, o último classificado da Primeira Liga na presente época desce automaticamente, ficando o penúltimo com a possibilidade de manutenção.

Assim se percebe de que forma a já confirmada subida do Boavista para a Primeira Liga pode ter implicações nos restantes campeonatos nacionais, onde militam, também, os clubes transmontanos.

Filipe Ribeiro

Deixar comentário

Comentário