Rampa de Murça coloca emoção no Campeonato Nacional de Montanha

0
389
Foto: António Viamonte Rodrigues
Foto: António Viamonte Rodrigues
Foto: António Viamonte Rodrigues

A vitória de João Fonseca (Norma M20 FC) na Rampa Porca de Murça, quinta prova pontuável para o Campeonato Nacional de Montanha, que teve organização do Clube Aventura do Minho, cria mais emoção no Campeonato Nacional de Montanha

Numa prova disputada até à última subida, foi fulcral para a vitória o tempo realizado na primeira subida pelo piloto da Covilhã, que consegui no final uma diferença de 2.2 segundos sobre Rui Ramalho (Juno SSE), que lutou até ao fim e deu tudo-por-tudo na derradeira subida.

Paulo Ramalho (Juno CN09) optou por não alinhar na terceira subida, pois o terceiro posto era um resultado já praticamente certo.

Na Categoria 3 Tiago Reis (Ford Fiesta RS2000) confirmou os resultados anteriores e foi quarto à geral, vencendo de novo e sem problemas esta categoria.

Nuno Guimarães, piloto da Régua, no seu BRC CM02, venceu, na Categoria 1, o seu grupo e nem sequer alinhou na terceira subida, tendo sido quinto na geral.

Manuel Pereira (Mitsubishi Lancer EVO VI) foi sexto na geral, mas os problemas eléctricos, ou electrónicos na sua viatura ainda não foram resolvidos. Foi segundo da Categoria 3.

Joaquim Teixeira, piloto a correr em casa, no Porsche 997 GT4, venceu a Categoria 2 e foi o sétimo da classificação geral.

Luís Nunes (Seat Leon) foi o oitavo da classificação geral e terceiro na Categoria 3. Foi o melhor duas rodas motrizes do seu grupo.

Edgar Reis (Porsche 997 GT3) terminou em nono e foi o segundo da Categoria 2.

Luís Silva (BMW M3) encerrou o “top ten” e foi quarto na Categoria 3.

Francisco Marrão, piloto de Vila Real, no seu bonito Seat Leon 1.8 Copa, foi décimo terceiro na geral e sexto da sua categoria, a Categoria 3.

José Pedro Gomes (Ford Escort MKII) não alinhou na terceira  subida, pois tinha garantido a vitória na Categoria 4. Flávio Saínhas (Ford Escort MKI) fez o melhor tempo nesta subida e foi segundo nas contas finais da categoria.

Cândido Monteiro (Datsun 1200) foi o terceiro classificado da Categoria 4 e vencedor da Taça Nacional, ou seja dos Clássicos com cilindrada inferior a 1300 cm3.

António Viamonte Rodrigues

(Notícias de Vila Real)

Deixar comentário

Comentário