Rallycross: Petter Solberg triunfa em Montalegre

0
516

Norueguês não deu qualquer hipótese à concorrência em Montalegre

Arrancou da melhor forma o Campeonato do Mundo de Rallycross. Montalegre apadrinhou a estreia deste novo figurino que consagrou o piloto norueguês Petter Solberg como o primeiro vencedor, ao volante do Citroen DS3. Um fim de semana em cheio que levou cerca de 20 mil pessoas à pista automóvel barrosã.
Petter Solberg tornou-se em Montalegre o primeiro vencedor do Campeonato do Mundo de Rallycross. Ao volante do Citroen DS3, Solberg bateu na final da categoria Supercars, os dois homens da Ford Olsbergs MSE, Andreas Bakkerud e Reinis Nitiss que tripularam dois Ford Fiesta ST. Com efeito, depois das mangas de qualificação realizadas no dia anterior e que foram dominadas por Timur Timerzyanov, em Peugeot 208, foi a vez de Solberg atacar forte e vencer as mangas que disputou assim como a semifinal e a decisiva final. Pelo meio, desilusão na estreia do ex-piloto de F1, Jacques Villeneuve, onde o piloto canadiano ficou arredado das semifinais, devido a um problema de pressão de gasolina no seu Peugeot 208. Por sua vez, o português Joaquim Santos defendeu as cores lusas na categoria rainha, saindo de Montalegre satisfeito com a sua prestação. Um 12.º lugar na primeira manga, foi a melhor classificação conseguida.
Nos Super 1600, quem saiu de Montalegre com o maior sorriso foi Sergej Zagumennov, vencedor da final na frente de Nikita Misiulia, ambos em Skoda Fabia. O último lugar do pódio foi ocupado por Janis Baumanis em Renault Twingo. Nesta categoria competiram os portugueses António Teixeira (Ford Fiesta) e José Polónio (Citroen Saxo), que denotaram alguma falta de ritmo face à forte concorrência. Um 12.º lugar na primeira manga para Teixeira, foi o melhor dos resultados conseguidos.
Na categoria “Touring Car”, o triunfo pertenceu a Torleif Lona em Ford Fiesta, seguido por Kjetil Larsen em Skoda Fabia, com a terceira posição a pertencer a Anders Braten em Ford Fiesta. Com um Peugeot 206, o único português nesta categoria, José Fábrica, atingiu a final, alcançando um meritório 5.º lugar final em Montalegre.
Na estreia absoluta da “RX Lites Cup”, a vitória sorriu a Sebastien Eriksson seguido por Kevin Eriksson e Richard Goransson, o campeão sueco de carros de turismo, a ser o terceiro.

SOLBERG EUFÓRICO

No final da competição, o piloto norueguês não conseguia disfarçar a satisfação pelo resultado histórico alcançado na pista automóvel de Montalegre. Petter Solberg, emocionado, disse: «tenho lutado por uma vitória há algum tempo por isso é fantástico finalmente tê-la conseguido. É como ganhar o meu primeiro rali novamente e estou certo que mesmo a minha mãe e o meu pai estão orgulhosos de mim». O antigo campeão mundial de ralis (2003), acrescentou ainda: «quero agradecer também à minha mulher (Pernilla) e também à equipa, pois tenho os melhores mecânicos. Eles são fantásticos. E quero igualmente agradecer à IMG (promotores). Nunca vi ninguém que promovesse tão bem como eles fizeram no rallycross. É fantástico».

PILOTOS (SUPER CARS)
1. Petter Solberg, 29 PONTOS
2. Reinis Nitiss – 24
3. Toomas ‘Topi’ Heikkinen – 21
4. Andreas Bakkerud – 20
5. Timur Timerzyanov – 19
6. Anton Marklund – 18
7= Koen Pauwels – 14
7= Timmy Hansen – 14
9. Alex Hvaal – 9
10= Derek Tohill – 8
10= Ramona Karlsson – 8

 

Deixar comentário

Comentário