Pedro Adão, treinador-jogador do Vidago, decidiu colocar um ponto final na sua carreira futebolística. Aos 39 anos, o atleta tomou a decisão de “pendurar as botas”, e deixar para trás um trajecto no futebol que foi longo e muito gratificante.

Pedro Adão iniciou a sua carreira nas camadas jovens do GD Chaves, no ano de 1980, depois seguiram vários clubes como sénior, entre eles o Valpaços, Montalegre, Vila Pouca, Sandinense, Caçadores das Taipas, Brito, Pedras Salgadas e o último o Vidago, emblema que representou ao longo de 6 temporadas, onde foi nomeadamente capitão e também treinador-jogador.

É efectivamente um jogador que vai deixar saudade ao nosso futebol distrital, pela sua qualidade dentro do relvado mas também pela postura correcta e simpática que sempre manteve no desporto-rei.

No Vidago, muitos apelidavam-no como um verdadeiro “maestro”, através da forma com conseguia por a equipa a jogar. Agora aos 39 anos de idade, Pedro Adão, termina assim a sua carreira enquanto jogador.

Deixar comentário

Comentário