Paulo Cadete apresentado no SC Vila Real

5
512

cadete2O SC Vila Real apresentou esta tarde o novo técnico da equipa principal. Trata-se de Paulo Cadete, ex-treinador-adjunto do Tondela, clube que subiu recentemente à Primeira Liga  Profissional.

Cadete mostrou-se privilegiado pelo convite endereçado, garantindo não desapontar a direção e os sócios. “Espero corresponder a confiança que depositaram em mim. O SC Vila Real é um grande clube, vamos tentar não sofrer como no ano passado e trabalhar o melhor possível”, declarou.

O acerto com o novo técnico foi feito “de comum acordo” com o empresário Quim Ribeiro, que encontrou em Paulo Cadete, em conjunto com a direção do clube, “uma boa solução para o Vila Real”.

O SC Vila Real deverá iniciar os trabalhos da nova época a 20 de Julho.

 

“Sou um filho do futebol”

Paulo Joaquim Nogueira Monteiro, ou Paulo Cadete, é natural de Vila Nova de Gaia, tem 44 anos e foi guarda-redes profissional. É a primeira experiência como técnico principal, depois de várias experiências como adjunto (Tondela e Boavista). Enquanto jogador representou o D. Sandinenses, Ribeirão, Canelas, FC Marco, Vilanovense e por fim Leça, na época 2005/2006, ano em que “pendurou as botas”.

Esteve envolvido em várias subidas de divisão, quer como treinador, quer como jogador, curiosamente, numa delas, em representação do Marco, como atleta, conseguiu a promoção num jogo em Vila Real, no Monte da Forca.

Recentemente, com Quim Machado, ao serviço do Tondela, Cadete reconhece ter assimilado a experiência necessária para abraçar este desafio. Confessa-se um “filho do futebol” e está confiante para a próxima época.

No que concerne ao campeonato e à série que calha, este ano, ao SC Vila Real, Paulo Cadete admite que “não há séries fáceis”. Este ano, ao contrário do que sucedeu no ano passado, o Vila Real ficará no “pote” C, acompanhado por equipas “fortíssimas”.

Paulo Cadete sente-se preparado, tem estudado ao pormenor os adversários, mas garante que não há séries mais fáceis do que outras. “Não vão ser favas contadas, sabemos disso. Qualquer adversário a este nível é complicado, mas se pudermos vencer, não vamos perder”, confirmou.

 

Direção empenhada

Apesar de se realizar esta semana uma assembleia, Artur Ribeiro garante que a reunião de sócios não irá comprometer o projeto delineado para a próxima temporada. Refere que a direção que representa está empenhada em dar o melhor pelo Vila Real, esperando, assim, que não sofram as incertezas da última temporada. “Conhecemos o nosso valor, mas também sabemos que há clubes muito fortes no nosso campeonato, com orçamento muito superiores”. O objetivo é igual ao do ano passado: “conseguir a manutenção o mais cedo possível, e depois logo se vê”

Relativamente a custos, o orçamento para a próxima época é semelhante ao do ano transato, cerca de 140 mil euros.

No final da apresentação, Artur Ribeiro apelou aos sócios que apoiem o clube, acorrendo em massa aos jogos. O clube prevê ainda o lançamento de uma campanha de angariação de novos sócios, a começar pelo novíssimo treinador.

No próximo dia 2 de Julho, quinta-feira, pelas 21 horas, terá lugar na União Artística Vila-Realense uma Assembleia Geral de sócios, para deliberar sobre os relatórios de contas das épocas 2013/14 e 2014/15,apresentação de listas candidatas ao ato eleitoral do clube e marcação da Assembleia Geral do ato eleitoral.

Deixar comentário

Comentário

5 Comentários

  1. Isto é que eu chamo falar de cor, vão assistir aos treinos e depois falem cerca de metade ou mais são jovens prata da casa, mas enfim é mais fácil falar…vejam, observem e depois comentem.

  2. mais um treinador para ficar so com jogadores do empresario a qual tambem e seu empresario. o castanha ja foi e mais irao. esse treinador so quer jogadores do empresario a direçao nao pode contratar mais jogadores , k vergonha k chegou o vila

  3. lá está o pessoal a inventar…
    140 mil euros é o orçamento para seniores e camadas jovens!
    tomara o bila poder ter um orçamento só para os seniores…
    logo á noite parece que há eleições passem lá e tirem as duvidas

  4. 140 mil ano? orçamento total ou orçamento para salários?

    só para quem desconhece:

    1. custos fixos (inscrições, taxas de jogo e jogos fora) : +/- 40mil euros
    2. sobra 100 mil /ano ou seja 10 mil/mes : 10mil/25 pessoas, da media de 400euros/pessoa
    3. cada estrangeiro tem custo adicional de 167 euros, pois tem de ter contrato de trabalho para estar legal no pais

    quem tem este orçamento, bem pode cortar 1000euros mês, e pagar o que deve a vários ex jogadores.

  5. Muito bem boa noticia, cerca de 140 mil euros so para vencimentos…
    Isto a dividir por 10 meses, dá uma media de 14.000/mes isto a dividir por trinta elementos que nunca são tantos dão +- 467 euros por pessoa, mas pelo que sei nao tem ninguem a receber um ordenado destes no vila real. Penso eu…

Comments are closed.