Opinião: O Treinador de Futsal

0
119

Por: Fernando Parente*

Ser Treinador de Futsal é possuir uma tarefa importante na evolução e no desenvolvimento de um atleta, tanto na parte social, emocional e psicológica, como na parte técnica e tática.
É necessário ter algumas qualidades para exercer o cargo de Treinador de Futsal: rigor, disciplina, liderança, conhecimento…
É importante salientar que todas essas qualidades podem e devem ser aperfeiçoadas.
A disciplina e o rigor são indispensáveis para se conseguir bons resultados no trabalho. Têm início no cumprimento rigoroso dos horários estipulados e é primordial que o exemplo seja dado pela equipa técnica.
Estar disposto a um trabalho realmente árduo e sério, e saber exigir da sua equipa seriedade e determinação. Saber o momento certo do aumento ou da diminuição da intensidade do trabalho, para dessa forma não prejudicar o rendimento da equipa nos vários momentos de competição.
É saber gerir os recursos dados pela Direção da melhor maneira e ser o mais eficaz possível com os mesmos.
O conhecimento é provido através da experiência adquirida ao longo dos anos, principalmente em relação ao campeonato em que estás inserido, a realidade que vais encontrar, os teus adversários e sobretudo na parte técnico tática e estratégica para que te consigas impor perante os teus atletas.
A liderança advém duma forma natural de encarar as mais diversas situações no jogo, no treino, sendo portador dum autocontrole que te permita estar por cima nos momentos bons e nos menos bons. Ser líder é conseguir levar a tua equipa atrás de ti, é saber encaminhá-la pelo caminho certo, é mostrar que tens capacidade para a guiar no rumo certo aos objetivos definidos.
O Treinador deve empenhar-se ao máximo naquilo que está a fazer, deve principalmente lembrar-se que ninguém consegue grandes conquistas sem ter feito grandes sacrifícios pessoais. A qualidade e a quantidade de informação que o técnico possui ao seu dispor ao longo das várias etapas do seu trabalho é, e sempre será, um dos aspetos fundamentais para o sucesso das suas ações.
O Treinador atua com base na informação que lhe é fornecida e na que consegue recolher através do processo de scouting, sendo a qualidade das suas decisões aquela que diferencia a ação da equipa, ou a”ação lapidadada ação normal”.
O Treinador tem de ser uma pessoa confiável, pois os atletas necessitam dessa confiança para poder trabalhar e acreditar no projeto em execução.
Muitas vezes ouvimos dizer: “Esta equipa joga sozinha, não precisa de treinador”. Essas pessoas que falam e repetem essas inverdades não acompanham com certeza o dia-a-dia de um TREINADOR DE FUTSAL.
Tal como surge o inverso da medalha na parte do sucesso ou do insucesso. Qualquer Treinador passa de bestial a besta num ápice, sendo que na maior parte das vezes os maiores críticos são aqueles que têm a memória curta e não têm noção da realidade do que é ser Treinador de Futsal e, principalmente quando as adversidades com que os Treinadores se deparam, são todas aquelas menos as proporcionadas pelos adversários.
Para sermos na verdade Treinadores vitoriosos, devemos nada mais, nada menos, do que trabalhar, e trabalhar muito. Porém, para que o nosso trabalho saia como nos gostaríamos, devemos ter uma boa organização, uma filosofia bem clara, simplicidade ao comentarmos o jogo ou na hora de ensinarmos, sermos humildes o suficiente para aceitarmos críticas quando cometermos um erro, mas também elucidar os nossos atletas quando são eles a cometê-lo.
Devemos também saber discutir estratégias de jogo e não sermos o dono da verdade e, ao tomarmos uma má decisão não podemos arrepender-nos, mas sim sabermos lidar com o erro e corrigi-lo a tempo. As nossas decisões deverão ser sempre pelo grupo, pois com o grupo de atletas na mão fazemos milagres e o trabalho flui da melhor maneira possível.
Ser um treinador completo é muito difícil, porém, se tivermos tempo para criar um plano de trabalho estratégico e conseguirmos atingir todos os pontos dos treinos/jogos com precisão, pelo menos nos principais pontos da formação de uma equipa seremos reconhecidos pelos atletas e pelas outras equipas, pois a competência e a crítica andam sempre de mão dada.

* Treinador de Futsal

Deixar comentário

Comentário