Nacional Juniores 2ª Divisão: Sp. Espinho 3-0 SC Vila Real

0
361

Com este resultado o Vila Real começa a distanciar-se perigosamente dos seus mais diretos opositores na luta pela manutenção. Uma péssima abordagem por parte dos centrais alvinegros num lance praticamente inofensivo aos 7 minutos, dá a Lucas a oportunidade de inaugurar o marcador.

A perder desde muito cedo, a equipa de João Rosário tentou reagir, criando mesmo algumas situações para estabelecer o empate.

Aos 42 minutos, numa perda bola infantil no centro do terreno vai dar origem ao 2-0, o esférico sobra para Guga, que com um remate fora da área bate Nuno Silva.

Com um golo a abrir e outro a fechar a primeira parte, tornava ainda mais difícil a reação alvinegra. Com dois golos de desvantagem a tarefa do Vila Real para o segundo tempo não se adivinhava fácil como se veio a provar com o 3-0 final.

O Espinho neste período optou por uma toada mais de contenção e, aproveitando algum adiantamento da defensiva transmontana, saía em rápidos contra-ataques criando bastantes calafrios, à defensiva do Vila Real.

Os vila-realenses bem tentaram a obtenção do golo que permitisse voltar discutir o resultado, mas faltava sempre qualquer coisa.

O resultado final foi estabelecido já ao cair do pano por intermédio de Alex (87`), num lance de contra-ataque.

 A. Simões

 

Jogo no Complexo Desportivo “O Diploma” , em Espinho

Árbitro: Vítor Ferreira (A. F. BRAGA)

Sp. Espinho: Guima; Guerra; Edgar (Cap.); Manu; Nuno (Drula aos 70’); B. Sousa; Guga (Edu aos 72’); Jó; Lucas; Xixa (Mendes aos 80’) e Alex.

Treinador: João Ferreira

 

SC Vila Real: Nuno Silva (Nuno Teixeira aos 85’); Leandro; Renato; Rui Silva; Vítor; Filipe Touças (Cap.); Fábio; Pedro; Paixão; Rafael (Baralhó aos 60) e Marcelo.

Treinador: João Rosário

 

Ao Intervalo: 2-0

Golos: 1-0, Lucas (7’). 2-0, Guga (42’). 3-0, (Alex 87’).

Ação Disciplinar: Cartão amarelo a Rafael (53’); Guga (55’); Manu (60’); Lucas (75’); Baralhó (90’) e Edu (90’).

Deixar comentário

Comentário