Nacional Juniores 2ª Divisão: SC Vila Real 1-2 SC Canidelo

1
149

Sorte sorriu ao Canidelo

Apesar da diferença pontual entre as duas equipas, o jogo foi pautado pelo equilíbrio. O Vila Real ficou em desvantagem desde muito cedo, na sequência da marcação de um pontapé de canto, Fábio surge livre de marcação ao segundo poste e sem dificuldade coloca a bola no fundo da baliza.

O golo espicaçou os vila-realenses que esboçaram uma boa reação, e á passagem do minuto 16, o árbitro castiga uma mão na bola no interior da área.

Chamado a “bater”a grande penalidade, Rafael remata com estrondo á barra da baliza defendida por João, desperdiçando assim uma boa oportunidade para igualar o marcador.
Até o intervalo a salientar uma oportunidade de golo para cada lado, Fábio numa situação tudo idêntica á que deu origem ao primeiro golo levou muito perigo á baliza defendida por Nuno Teixeira. Já muito próximo do intervalo Paixão aproveitou um ressalto de bola, e só com o guarda-redes pela frente não teve frieza suficiente para fazer o golo.

A segunda parte foi em tudo idêntica á primeira, muito equilíbrio.
Aos 65 minutos Marcelo na zona da meia-lua remata forte e colocado, beneficiando de um ligeiro adiantamento do guarda-redes que nada pode fazer evitar o golo vila-realense. Este golo colocava justiça no marcador.

Os minutos que se seguiram foram jogados num ritmo de parada e resposta, onde o golo poderia surgir em qualquer uma das balizas. A sorte acabou por sorrir aos homens do Canidelo. Henrique na marcação de um pontapé livre faz a bola passar por toda gente indo bater á frente do guarda-redes não dando qualquer hipótese de defesa.
O Vila Real ainda esboçou uma ligeira reação, mas já não havia forças para mais.

A. Simões

 

Jogo no Campo da Feira Velha, em Sabrosa

Árbitro: Joel Miranda (AF Bragança)

 SC Vila Real: Nuno Teixeira; Leandro; Renato; Rui Silva; Fábio; Filipe Touças (Cap.) (Luís Miguel, 90); Marcelo (Dioguinho, 88); Victor (Baralhó, 75); Paixão; Rafael e Pedro Moreira.

Treinador: João Rosário

 

SC Canidelo: João; Fábio; Diogo; Gaspar; Miguel; Tiago (Cap.); Silva; Henrique; Renato (Leitão, 69); Pinto (Cardoso, 72) e Castro (Caracol, 83).

Treinador: Carlos Machado

 

Ao Intervalo: 0-1

Golos: 0-1,Fábio (3’). 1-1, Marcelo (65`). 1-2, Henrique (79’).

Ação Disciplinar: Cartão amarelo a Pedro (11`); Gaspar (16`); Rafael (44`) e Leitão (80`)

Deixar comentário

Comentário

1 comentário

  1. esta equipa esta em queda absoluta, já nem atitude, nem fio de jogo tem, com bons jogadores este treinador esta a deixar fugir os jogadores, não gostam dele , não sabe lidar com eles, é mau demais, assim vai ser muito dificil bila.

Comments are closed.