Nacional de Juniores: Vila Real 1-6 Padroense

0
163

Pesada derrota

Perante um adversário mais rotinado e com maior experiência nos nacionais, o Vila Real sofreu uma pesada derrota.

A resistência vila-realense durou até ao minuto 35, David na marcação de um livre á entrada da área faz a bola passar pelo meio da barreira e inaugura o marcador. Até este momento o Vila Real tinha defendido de uma forma segura, não dando grandes veleidades aos avançados do Padroense.

O golo acabou por afetar os vila-realenses, já que os minutos que se seguiram foram desastrosos, uma série de erros defensivos permitiram o aumento da vantagem ao adversário.

Apesar das altercações operadas ao intervalo, a falta de inspiração dos jogadores do Vila Real mantinha-se, e foi com certa naturalidade que assistiu ao avolumar do resultado. Os da casa ainda marcaram o golo de honra por intermédio de Rafael.

Apesar da superioridade patenteada pelo Padroense, esperava-se um pouco mais do Vila Real, pois já mostrou que pode fazer mais e melhor.
Relativamente ao trabalho do Sr. Pedro Maia, algumas dúvidas no lance que deu origem ao primeiro golo, de resto mais uma ou outra situação mas sem influência no desenrolar do encontro.
A. Simões

 

Jogo no Campo da Feira Velha em Sabrosa

Árbitro: Pedro Maia (AF Porto)

SC Vila Real:Nuno Silva; Leandro; Ribeiro; Rui Silva; Pio (Vítor ao intervalo); Filipe Touças (Cap.) (Pedro Moreira ao intervalo); Gabi; Marcelo (Dionísio, 70`); Paixão; Rafael e Fábio.

Suplentes não utilizados:Mário Gil; Luís Pereira; Renato e Baralhó.

Treinador: João Rosário

 

Padroense:João; Renato; Crista; Renato Pereira (Tiago, 74`); Alves; Nuno; André; Taipa; David; Hélder (Cap.) (Kuiko , 76`); Chico (Ruben, 66`)

Suplentes não utilizados:Leo; Pedro; Renato Alves e Rui.

Treinador: António Luís

 

Ao Intervalo: 0-3

Marcadores:David (aos 35 e 41);Chico (aos 39); André (aos 52); Crista a(os 56); Nuno (aos 83) e Rafael (aos 85).

Ação Disciplinar: Nada assinalar

Deixar comentário

Comentário