MX1: Jornada problemática para Rui Gonçalves na Holanda

0
207

O Campeonato do Mundo de Motocross teve a sua sexta etapa no circuito holandês de Valkenswaard o primeiro traçado arenoso da época 2014 e onde se esperava uma boa exibição de Rui Gonçalves aos comandos da sua Yamaha YZ 450 F da equipa BikeIt Yamaha Cosworth.

Rui Gonçalves é um dos mais reconhecidos pilotos em piso de areia, sendo de salientar que obteve, neste mesmo circuito, a sua primeira vitória numa etapa do Mundial de Motocross em 2009 na altura quando ainda militava na Classe de MX2.

Quando tudo apontava para uma boa exibição de Rui Gonçalves, num dos seu circuitos favoritos, o piloto e a sua equipa debateram-se com problemas técnicos ao longo de todo o fim-de-semana que complicaram a prestação do piloto luso.

O resultado mediano na manga de qualificação obrigava Rui Gonçalves a arrancar na ponta direita da grelha e na primeira manga ficava enterrado na cauda do pelotão. Infelizmente , um par de curvas mais à frente, o piloto Yamaha ficava preso numa molhada com diversos pilotos perdendo mais de 30 segundos para se desenvencilhar da situação. Gonçalves rodava até ao final fora dos pontos terminando de forma inglória esta manga no 21º posto.

Na segunda manga Rui Gonçalves voltava a não ser feliz na partida devido ao lugar ocupado na grelha rodando durante três voltas no 18º posto. Com o desenrolar da corrida o piloto luso subiria algumas posições para vir a terminar esta segunda manga no 13º lugar.

Rui Gonçalves: ” Infelizmente este fim-de-semana foi para esquecer. Vinha com um bom “feeling” da Bulgária porque sei que a pista de Valkenswaard tem um piso a meu gosto. Pensava que nesta etapa poderia subir alguns lugares na tabela classificativa do Mundial mas as contas saíram furadas. Infelizmente tivemos problemas técnicos que foram impossíveis de ultrapassar e, neste momento, voltámos à estaca zero em termos de algumas opções que tínhamos tomado no início da época. Vamos ter de trabalhar muito se quisermos estar aptos a lutar por um lugar no “Top Ten”. Nada está perdido mas temos algum trabalho pela frente.

De qualquer forma espero poder contar com a presença de muitos fãs portugueses no próximo Grande Prémio que se irá disputar no próximo fim-de-semana em Talavera de La Reina em Espanha.”

MXGP Classificação Geral:

1. Antonio Cairoli (ITA, KTM), 45 points;
2. Jeremy Van Horebeek (BEL, YAM), 42 p.;
3. Kevin Strijbos (BEL,SUZ), 37 p.;
4. Clement Desalle (BEL, SUZ), 36 p.;
5. Joel Roelants (BEL, HON), 29 p.;
6. Tyla Rattray (RSA, HUS), 28 p.;
7. Steven Frossard (FRA, KAW), 26 p.;
8. Gautier Paulin (FRA, KAW), 25 p.;
9. Tanel Leok (EST, TM), 20 p.;
10. Evgeny Bobryshev (RUS, HON), 19 p.;
…..
20. Rui Gonçalves (POR, YAM), 8 p.;

Deixar comentário

Comentário