Márcio Rodrigues: “Vilar de Perdizes é um clube ambicioso”

1
625
Márcio Rodrigues, Presidente do Vilar de Perdizes

O Vilar de Perdizes foi o clube convidado do programa “Grande Área”, que vai para o ar todos os Sábados na Radio Clube Aguiarense (RCA). Márcio Rodrigues, presidente da colectividade, e Vítor Penedones, treinador da equipa sénior, marcaram presença em estúdio para falarem do desempenho que a turma barrosã tem vindo a desenvolver nos últimos anos.

Márcio Rodrigues é o dirigente desportivo mais novo da nossa região e quiçá em Portugal. O jovem de 26 anos de idade, lidera à 5 anos consecutivos o clube do seu coração. Expressando por palavras e dedicação o gosto que sente em poder comandar um projecto aliciante, Márcio Rodrigues refere aos microfones da RCA, que a  vontade de fazer crescer o Vilar de Perdizes é muita. “Foi através dos meus pais que comecei a gostar do Vilar de Perdizes. Foram eles, que incutiram em mim o gosto por este clube que agora lidero. Contudo, acredito que era necessário levantar o emblema e fazer acreditar às pessoas que também temos valor”, mencionou.

“É importante existir uma boa gestão do orçamento”

O Presidente, afirma também, que nos tempos actuais não é fácil reunir apoios para se ter um clube a praticar futebol. Porém, enaltece a colaboração que a Câmara Municipal de Montalegre, tem tido em relação ao Vila de Perdizes. ” A nossa grande base financeira e principal apoio é nomeadamente a Câmara de Montalegre. Tem-nos ajudado em tudo o quanto pode”, atirou. Todavia, o dirigente reconhece que para haver uma solidez financeira é necessário existir uma gestão correcta do orçamento, facto que o Vilar de Perdizes tem vindo a cumprir com regularidade.

Porém, Márcio Rodrigues expressou o desejo em conseguir ter mais escalões de formação no clube. Referindo, que é necessário ter jovens a praticar desporto para mais tarde serem a base de uma eventual equipa sénior. “Gostaria de ter mais escalões de formação no Vilar de Perdizes, é um sonho meu. Espero enquanto for presidente do clube o conseguir realizar”, afirmou.

Contudo, o dirigente desportivo apelou às entidades competentes, que seria de grande agrado, um piso de relva sintética no Campo da Lage. Segundo o mesmo, as condições atmosféricas que em determinados períodos do ano afectam a região prejudicam o trabalho de equipas com campos pelados.

“Os jogadores sentem o Vilar de Perdizes como uma família”

Em relação à equipa sénior do Vilar de Perdizes, Márcio Rodrigues refere que os atletas se sentem como em família. “O que de melhor há no futebol, é o convívio e as amizades. No nosso clube todos os jogadores se sentem em família. Temos cuidado com os atletas que recrutamos, pois gostamos de criar boas equipas e fazer campeonatos regulares”, disse.

Em relação ao futuro da equipa barrosã, o presidente realça que o objectivo passa naturalmente por fazer crescer o clube no campeonato e no futebol nacional. “Temos o objectivo e a ambição de fazer crescer a equipa no campeonato e no futebol nacional. Daí, grande parte do trabalho tem sido graças ao esforço e dedicação de todos os atletas que representam o nosso emblema”, finalizou.

De referir que Márcio Rodrigues para além de Presidente é também jogador da equipa sénior.

Luís Miguel Roçadas

Deixar comentário

Comentário

1 comentário

  1. Grande Presidente…Abraço e continua e elevar o GDVPerfizes cada vez mais alto…

Comments are closed.