José Varela: “A arbitragem na AFVR está bem e recomenda-se”

22
497

Em entrevista ao Desportivo Transmontano, José Varela, Presidente do Conselho de Arbitragem (CA) da Associação de Futebol de Vila Real (AFVR), refere que “actualmente  existem menos queixas dos clubes sobre os árbitros da AFVR, e que cada vez menos a arbitragem a nível distrital é falada pela negativa”.

“A arbitragem a nível distrital é cada vez menos falada pelos aspectos negativos. Há a preocupação por parte dos árbitros em terem menos protagonismo. A arbitragem na AFVR é pacífica e tem melhorado significativamente. Os árbitros atualmente trabalham muito e estudam para estarem bem preparados. Hoje em dia têm objectivos ambiciosos para as suas carreiras, e já não se limitam a atuar a nível interno mas ambicionam chegar ao topo. Na nossa associação podemos encontrar um leque de bons árbitros”, referiu.

José Varela relata que na AFVR existem árbitros que  já se destacaram no panorama nacional, sendo actualmente uma referência para o desenvolvimento dos jovens valores a emergir. “A nível de arbitragem distrital temos connosco árbitros que já se destacaram no topo do futebol português. O  CA tem promovido alguns cursos e a adesão é muito boa, sendo mais fácil hoje em dia mobilizar os jovens para a arbitragem pelos bons exemplos que têm em Portugal, com o exemplo do Pedro Proença em destaque na arbitragem internacional. Ficamos satisfeitos pelo interesse de muitos jovens nesta matéria”, salientou.

Sobre, o relacionamento do CA com os próprios árbitros, o dirigente desportivo descreveu como “familiar”, evidenciando também o papel importante dos Núcleos de Árbitros, que tem desenvolvido um conjunto de ideias e sugestões para o melhoramento da arbitragem.

” Os Núcleos  têm sido  bons parceiros, promovendo semanalmente sessões de reciclagem para os árbitros, ajudando na integração dos mais novos. Posso até mesmo dizer, que são um bom pilar. A relação que o CA mantém com os árbitros da AFVR é de facto muito familiar, e são os próprios a incentivar-nos  para continuarmos no desempenho das nossas funções. A grande maioria dos árbitros confessou-nos que não pretendem trocar o certo pelo duvidoso”, disse.

Transferência de árbitros

Em relação ao aspecto das transferências de árbitros de outras associações para a AFVR, com o objectivo de subirem de categoria, José Varela encara esse cenário como “positivo”, realçando que “todos os árbitros que vieram de outras associações trouxeram consigo as melhores recomendações e integraram-se bem no seio da arbitragem”.

“A transferência de árbitros de outras associações surgiu após terem sido estipuladas cotas para as associações e alguns árbitros com ligações ao nosso distrito pediram a sua transferência. Todas foram bem ponderadas, em função das referências que dispúnhamos dos mesmos e não foram aceites mais do que as que se efetivaram, por entendermos serem as mais adequadas. São árbitros bem recomendados e com valor, que naturalmente vem acrescentar mais qualidade  à AFVR. É um aspecto onde a nossa associação a meu ver fica enriquecida, e em nada prejudica os jovens árbitros em formação”, destacou.

José Varela também aborda as nomeações, nas quais  foca como principal critério “os melhores árbitros para os melhores jogos”.

“Quando fazemos as nomeações escolhemos sempre aqueles árbitros que no nosso entender são os melhores. O nosso primeiro critério é mesmo este, os melhores árbitros para os melhores jogos. O critério seguinte é o histórico do árbitro com os clubes, nomeadamente, tentamos não nomear o mesmo árbitro para o mesmo clube, escalão, no mínimo de 4 semanas, para que no final da época um árbitro não apite o mesmo clube muitas vezes, e não se coloque em causa a verdade desportiva. De uma forma mais generalizada, sobretudo nos jogos dos escalões de formação, um critério considerado é a localidade dos árbitros e dos campos onde se disputam os jogos de forma a haver aqui alguma contenção de custos”, explicou.

Porém, José Varela, refere que o maior desafio que teve de resolver foi internamente . ” O maior desafio que o CA teve, foi de resolver internamente a relação com os árbitros. Nem sempre a gestão foi pacífica, mas com o tempo acabamos por criar um bom grupo. Vive-se hoje um excelente ambiente no seio da arbitragem. Proporcionar-lhes melhores condições de treino e formação. Neste momento, podemos dizer que temos connosco bons árbitros e que vivemos num clima de familiaridade, e de proximidade. Temos actualmente uma relação fantástica com todos, e estamos muito satisfeitos como o seu trabalho”, defendeu.

Sobre a questão das queixas que muitas vezes são levantadas pelos clubes em relação à arbitragem, o dirigente desportivo menciona que ” são cada vez menos” e aquelas que são recolhidas” são tratadas de forma correcta e com o sentido de responsabilidade”.

“Temos recebido menos queixas dos clubes em relação aos nossos árbitros. A verdade desportiva está sempre presente em cada decisão que tomamos. De facto, tem ocorrido muito menos reclamações, e isso para nós é um dado muito satisfatório, o que demonstra que a arbitragem na AFVR está num bom caminho”, afirmou.

“Lista partidária”

Por último, José Varela, abordou o tema das eleições na AFVR, uma vez que faz novamente parte da lista encabeçada por José Costa Pereira. O dirigente destacou que “a composição da lista comandada por António José Marques é algo partidária”, tendo “pessoas com fortes ligações ao Partido Socialista, em cargos e secções importantes”. José Varela vê esse facto como um aspecto negativo.

“Quanto à lista B, parece-me ter fortes ligações políticas. Inicialmente pensei que fosse uma lista mais equilibrada, mas fiquei desiludido quando tive conhecimento em pormenor da mesma, na qual se constata que foi feito um mero trabalho de recolha de nomes numa listagem de filiados no PS, na maior parte dos casos sem qualquer experiência ou ligação ao futebol e futsal, ‘encaixados’ nos mais diversos órgãos. Estou satisfeito com a composição da nossa lista, mas é  altura dos clubes se manifestarem e dizerem aquilo que querem para a nossa associação”, finalizou.

Luís Miguel Roçadas

Deixar comentário

Comentário

22 Comentários

  1. A lista que dizem partidaria, do PS, afinal tem um conhecido ex presidente de um clube, e agora prrsidente de junta eleito pelo PSD…..uniao de freguesias de Vidago…

  2. Admira-me ontem não estarem em Mondim de Basto, Montalegre, Vila Pouca e no Monte da Forca com as bandeirinhas levantadas e a distribuir canetas ao pessoal.

    Normalmente é assim que os “políticos” costumam fazer, e se há eleições politicas na AFVR acho que isso devia ter acontecido.

    Mas pronto, continuamos com este triste fado, de todos quererem o poder e não se ver uma visão estratégica dos dois candidatos para o desenvolvimento do futsal e futebol. Certamente, quem vencer irá manter tudo na mesma, presos a estatutos e regulamentos que nunca se actualizam e servem sempre para benefícios próprios.

    Deixo só esta referencia final, olhamos para a lista do Costa e para a do Tozé (já parece as eleições do PS), e não encontramos um elemento que tenha sido uma figura no panorama nacional das modalidades de futsal e futebol.

    E olhem que por Vila Real até temos algumas…

  3. Ó Varela, é preciso ter lata! Estás numa lista pejada de militantes do PSD e a outra é que é partidária. Se forem do PSD não faz mal, mas se forem do PS já faz? É isso? Então se faz mal serem do PS que fazem na lista A os homens de mão do Rui Santos: Nuno Augusto, José Silva e Tiago Fernandes?
    Moeda de troca? Para que negócios? Políticos na assembleia municipal ou outros …
    Que falta de isenção e coerência tão imprópria para quem quer dirigir a arbitragem…

  4. Ó Sr. Varela!
    Depois de já ter lido vezes sem conta todos estes comentários, talvez ande a pensar que mais valia ter estado quietinho na sua quintinha (CA – AFVR) do que ter vindo a mando fazer campanha aqui na rádio. Como é possível, alguém com responsabilidades num órgão que deve a todo o custo evitar a promoção de situações de discussão com estes contornos públicos, ter tido esta falta de bom senso! Ainda por cima vem falar de política partidária. Como é possível pronunciar tanta asneira junta numa única entrevista!
    Esqueceste-te que o Costa Pereira que te mandou vir para o terreno pintar o inferno de azul, um destacado militante do PSD, está algemado ao interesse pessoal e vontade do Rui Santos (Presidente da Câmara Municipal de Vila Real)! Sim algemado, ou achas que toda a gente não sabe que o Nuno Augusto e o José Silva são homens de mão do Rui santos?! Ou tu achas que toda a gente não sabe que quem anda a tentar enganar os Clubes sois vós os da lista dos que lá estão e que nunca pensaram nos Clubes, andam a fazer campanha apenas política telefonando ou pedindo para telefonar aos presidentes de Câmara dos diferentes concelhos! Até ao Presidente da Régua, que está cheio de medo das próximas Autárquicas, já telefonou e se fosses inteligente não te metias e assumias que trabalharias com que fosse eleito, fosse a lista B ou a Lista B.
    Sabes qual é diferença , é que contrariamente ao que acontecia no passado os atuais presidentes de Clubes são pessoas com dois dedos de testa …

  5. acabo de ouvir a entrevista na RCA ao prof José Marques.
    ideias, calma , abertura aos clubes, e sobretudo a assumir que caso ganhe nao se recandidatará caso nao consiga baixar os custos dos clubes.
    Parece me bem ! venha gente de Palavra

  6. Bom, depois de uma longa ausencia, voltei e ao ler esta Entrevista com o Presidente do CA da AF Vila Real, deparei-me com este excerto:

    “Quanto à lista B, parece-me ter fortes ligações políticas. Inicialmente pensei que fosse uma lista mais equilibrada, mas fiquei desiludido quando tive conhecimento em pormenor da mesma, na qual se constata que foi feito um mero trabalho de recolha de nomes numa listagem de filiados no PS, na maior parte dos casos sem qualquer experiência ou ligação ao futebol e futsal, ‘encaixados’ nos mais diversos órgãos”

    E eu deixo a pergunta, este Senhor foi arbitro? Será que apitou algum jogo de Futebol? Bom, se não tem qq experiencia nessa area, acusa membros de uma lista á AFVR de não terem ligações ao Futebol? Provavelmente gere a arbitragem e foi um distinto árbitro, provavelmente Internacional onde co habitou com o Vítor Cerejeira Pereira, e tudo e todos desconhecem do seu talento para o apito!

    Bom, um perfeito non sense, e de uma incoerencia ilimatada,

    Noutro exerto refere : “actualmente existem menos queixas dos clubes sobre os árbitros da AFVR, e cada vez menos a arbitragem a nível distrital é falada pela negativa”.

    Faz uma afirmação pela negativa, sem assertividade alguma? O racional não seria afirmar que a arbitragem na AFVR é cada vez mais falada pela positiva? Se inverte a coisa, assume que a arbitragem nao estava bem, e há quantos anos preside ao CA? Quem será o principal responsavel pelo facto da arbitragem ser “falada pela negativa”…

    Bom, promete voltar mais vezes!

    1 abraço

  7. Aí está o braço armado do Dr. Costa Pereira em tentativa desesperada de inverter a derrota anunciada.
    Senão vejamos:
    Fala que no momento existem pouca contestação aos árbitros. Sim é verdade, porque não ha descidas e para subir são poucos os interessados, e falta também no distrito de Vila Real uma imprensa com um Sérgio Morais capaz de dar voz a todos os clubes em que os casos sejam denunciados, como por exemplo o comportamento de André Santos em jogos do Mondim e da presença de Pedro Mesquita em Mesão frio a acompanhar Hugo Araujo…. para não falar dos almoços secretos… mas a arbitragem está bem e recomenda-se na opinião do “Iluminado” Varela…

    Quando certos árbitros sobem aos nacionais com a falta de qualidade que denotam e comportamentos pouco éticos, está tudo dito… para nao falar em quem faz as nomeações e quem controla o centro de treino dos árbitros…

    Relativamente à composição politica da lista adversária, apetece-me dizer que quando faltam argumentos, vale tudo.
    Dr. Costa Pereira é PSD, Dr. Areias PSD, varela (PSD), nesta lógica de pensamento a lista será conotada com o PSD a piscar o olho ao PS com aproximação a Rui santos e José Maria…

    Ora tenha pacência, naturalmente que as pessoas têm o seu partido, mas nunca vi o prof José Marques com nenhuma bandeira… aqui a discussão é desportiva e não politica, tem essa capacidade Sr. Varela?

    Experiencia desportiva? Terá primeiro de se informar sobre as pessoas da lista do prof Jose Marques conforme eu fiz.
    Prof: José Marques – quer que ele lhe envie o currículo?
    Dr. Paulo Pomar – IPDJ
    Miguel – Experiência de dirigismo desportivo F11
    José Manuel – dirigismo e treino na area do Futsal

    Mas se quiser ir para o CA também podemos ir, mas basta só o argumento de que o seu candidato a presidente tem experiência em arbitragem, não é paraquedista…

    Faça o seu trabalho de casa antes de dar as entrevistas e vá gozando a cadeira enquanto pode e se conseguir fale só de projecto desportivo e deixe a politica para quando sair do CA, porque vai precisar de “taxo”…

  8. A AFVR paralisou?! Esta semana nem sairam mapas de castigos, nem nomeações de árbitros. Com as entrevistas não devem ter tido tempo.

  9. Adeus costa pereira e varela vocês ja estão a mais no futebol distrital mamar é na areosa ja chega convosco esta associação não vai longe e o futebol distrital tem tendência a acabar. xau ate qualquer dia a que dar o lugar a outros acabou a chulice ate que enfim.

  10. Fiquei estupefacto com a entrevista do senhor presidente do CA, pois vir dizer que a arbitragem está boa e recomenda-se só me fez rir. Sou Presidente de um clube da AFVR e fico surpreendido quando este senhor só fala a nível do futebol de onze e se esquece do futsal ou para ele e para AFVR só lhes convém o Fut11 e mesmo nessa modalidade os árbitros são fracos para não dizer medíocres, pois formação não têm nenhuma e só andam lá para ganhar dinheiro, falo isto porque esta época já fui ver jogos do campeonato distrital futebol e onde vi mais do mesmo, erros atrás de erros e sempre atentarem compensar uma e outra equipa.Ainda diz mais, como agora os árbitros não apitam tantas vezes as mesmas equipas durante a época e quando sai o comunicado da nomeação dos árbitros vem quase sempre os mesmos apitarem as mesmas equipas,se calhar deve ser só coincidência na minha maneira de ver, já falam disso então o futsal é por demais, um exemplo qualquer equipa que vá a Chaves jogar com o Hoquei Flaviense ou Cimo Vila Castanheira é sempre a mesma dupla de árbitros, atenção nada contra estes 2 clubes. Peço a esse senhor que reveja muito bem o que disse pois agora em tempos de eleições tudo é um mar de rosas nessa AFVR, agora até vem dizer que se vai baixar os custos aos clubes, pergunto eu o porquê agora e não mais cedo, assim em vez de termos 14 equipas na divisão de honra teriam mais e até se podiam fazer 2 divisões para criar competitividade, e em vez de 11 equipas no futsal teriam mais como se calhar 16, assim seria um campeonato mais competitivo.
    Caro Sr. José Varela para a próxima tente ser mais sincero pois de tapar o sol com a peneira não chega e o desporto distrital em Vila Real precisa de homens sérios.
    Saudações desportivas

  11. Os encontros não são obrigatórios!!!
    digo mais…lista com muitos políticos e muito fracos…simplesmente uma vergonha!

  12. COMO VEM ESTE SENHOR DIZER QUE A ARBRITAGEM ESTA BEM E RECUMENDASE NEM APAREÇE AOS JOGOS MAIS IMPORTANTES QUE VEJA PARA QUEM TRABALHA O ANDRE SANTOS E MAIS O ANDRE NETO OUTRO ARTISTA E PORQUE NAO FALAR DESTE ULTIMO ARTISTA QUE APITOU O MONDINENSE vs MONTALEGRE O GONÇALO MARTINS QUE NA SEISTA FEIRA FOI JANTAR COM O PRESIDENTE DO MONTALEGRE SE ISTO NAO E COROPEÇAO ENTAO O QUE E E O SPRINTE QUE FEZ O ARBITRO ASISTENTE PARA IR BUSCAR A BOLA DENTRO DO CAMPO QUANDO ESTAO DOIS JOGADORES DO MONTALEGRE POR PERTO QUE NEM SE IMPORTAVAM E MAIS 7 MINUTOS DE COMPENSAÇAO QUE FORAM 10 SE NADA SE JUSTIFICAR AGORA PREGUNTO SR. VARELA ALGUMA VEZ PERSEBEO DE ARBITAGEM????????????

  13. Uma questao que ainda nao vi abordada,,onde estao os tecnicos da associação de futebol?a andar de bicicleta, ou a vomitar teorias com os amigos, quantos jogos dos diferentes escalões observam?zero…. quais os criterios de seleçao? nao têm basta um telefonema ao treinador amigo e este recomenda, eu digo isto porque ja aconteceu comigo, ha miudos que ja foram penalizados porque nao houve um trabalho de observação bem feito, isto é verdade, ou ver os mais utilizados nas fichas ou o leonel da umas dicas…que tipo de trabalho é desenvolvido na promoçao do futebol de formaçao? zero, vê-se a miseria da organização dos encontros, é mesmo zero….ha dinheiro’? entao vamos abarcar tudo só para nós o resto…..os clubes e os treinadores que estao a tirar o curso pagam uma boa quantia e da para os mercenarios todos…enfim,,trabalho nao se vê é mesmo zero,,,,cordenador tecnico é um bom taxo , é certinho aquele dinheirinho ao fim do mês, mas o resto,,,,,qualquer coisa o sogro resolve, mete a cunha,,,estao preocupados se temos condições com os nossos meninos? quais os problemas dos clubes? o que precisam para serem sustentaveis? queremos é o dinheirinho porque este faz falta para pagar aos acomodados,,,tanta coisa que esta errada e estao acomodados , pois estes taxos todos sao muito bons,,,,nós sabemos.

  14. Olha o dito cromo (Henrique Jorge Silva) que só quer protagonismo, vem agora para aqui falar de timing “oportuno”. Tem juízo e deixa-te de querer estar em todos os “poleiros” e depois não ficas em nenhum pk minguem está para te aturar. Melhor ainda, depois sais de mansinho…
    Já tens idade meu caro para ter juízo e deixa-te destas graças…

  15. Um discurso do faz de conta, sem isenção, condicionado ao que lhe pediram para dizer! Sobre o que interessa, NADA!
    Ó caro presidente do antigo CA (sim antigo porque estas eleições já deveriam ter decorrido, pelo que não tem legitimidade estatutária para se apresentar como apresenta), esquyeceram-se de te alertar que não deverias falar de partidos pois se alguma das listas é completamente politizada é a da atual direção! Sim e o Rui Santos só se dá ao comportamento mediocre que tem tido e vem descrito no comtário anterior porque precisa de controlar a sua assembleia municipal que é maioritáriamente PSD! Vens agora tu falar de política! Devias era explicar porquê que se os Nucleos de Árbitros que são tão bons para o CA como tu dizes, não existem mais!
    (..)

  16. a arbitragem está mais ou menos, com a malta do porto e alguns dos bons árbitros que temos, só tem de haver qualidade nos jogos. mas e a formação de árbitros como vai?

    actividade da associação nao se restringe a isso, ora analisemos:

    – Quadros competitivos, formação e seniores – Horriveis

    – Actividade do Gabinete tecnico – os encontros são obrigatórios! E então o futebol de rua??? actividades na seleções (noutras associações ha trabalho com sub 12, sub 13…)

    – Custos de participação nos campeonatos? altos e inalterados, nenhuma estratégia em 4 anos deploráveis e de dificuldades para os clubes (desistência de alijo, boticas, murça, Sta marta – dos mais históricos clubes da AFVR)

    – Actividades de promoção de futebol – nada, nada e nada.

    – Como é que em tempos de crise se gastou ha 2 ou 3 anos para ca, entre 7 a 10 mil euros de despesas de representação, através do Cartão Gold do sr presidente?? Foi nas idas a jogos da selecção nacional a Suécia e à Albânia, ou com “actividades extracurriculares” ??

  17. Quando as pessoas querem fazer qualquer tipo de comentário, no mínimo identifiquem se. Falar no anonimato e fácil. Saudações desportivas.

  18. Fico estupefacto com as considerações deste senhor…afinal arbitragem da AFVR está uma maravilha…não há contestação, não se lembrou ele de dizer que não ha descidas de divisão, e são poucos os clubes interessados em subir!!! Depois aparece nesta altura a falar de partidos politicos, ou conotações politicas, fica-lhe muito mal uma vez que é publico, que o actual Presidente da Camara de Vila Real (PS), sr Rui Santos anda a ligar aos Presidentes da Camara também PS do distrito a pedir apoio ao actual Presidente da AFVR que por acaso é do PSD!!!

  19. Entrevista “oportuna”, no timing “oportuno”! Quanto ao conteúdo… perguntem à “´família” dos agentes desportivos!
    “Palavras leva-as o vento”!

Comments are closed.