Joana Gonçalves: “Sonho com o Campeonato do Mundo de Motocross”

0
542

Em entrevista ao Desportivo Transmontano (DT), Joana Gonçalves, natural de Pedras Salgadas e atleta de motocross, refere que, um dos seus maiores sonhos era estar no Campeonato do Mundo da modalidade, a jovem também fala da sua preparação para as provas onde normalmente compete.

Actualmente, Joana Gonçalves, encontra-se a recuperar de uma lesão prolongada mas promete regressar com energias renovadas para atacar a próxima temporada.

“Neste momento estou sem competir, porque me encontro a recuperar de uma longa lesão que, esta época me impediu de estar nas principais provas. Mas o mais importante é que, recupere bem e que, tudo isto seja ultrapassado. Sei que, a próxima temporada vai ser exigente, mas prometo estar focada nos meus objectivos”, disse.

Sobre como surgiu o seu gosto pelo motocross, Joana Gonçalves, destaca que, desde os seis anos já  tinha um enorme interesse na modalidade de duas rodas.

“Comecei nesta aventura do motocross desde os meus seis anos de idade. O meu pai tem uma oficina de motas e passava lá grande parte do meu tempo. Sempre acompanhei as principais provas de motocross e o meu gosto pela modalidade foi aumentado com o passar dos anos”, referiu.

Em relação à questão de quando foi a primeira prova onde competiu, a atleta, menciona que, foi em Santarém com 11 de anos que correu ela primeira vez.

“A minha primeira prova foi em Santarém, com 11 anos. Foi uma corrida bastante dura , pois estive a competir só contra rapazes o que se tornou muito difícil para mim. Mas, ainda consegui fazer um bom resultado”, recordou a atleta.

Já em relação aos circuitos onde costuma competir, Joana Gonçalves, diz-nos que em Portugal há várias provas, mas na globalidade corre contra homens no nosso país. Por outro lado, a atleta salienta que quando corre em Espanha é diferente, pois já defronta atletas do género feminino.

“Em Portugal, as corridas e circuitos onde eu costumo marcar presença é sempre com homens, no nosso país há poucas mulheres no motocross. Já quando vou competir para Espanha é diferente, já defronto mulheres e consigo evoluir ainda mais a nível de resultados”, focou.

Num outro sentido, Joana Gonçalves, também nos fala dos seus sonhos no motocross onde confessa que o seu principal objectivo é estar no Campeonato do Mundo.

“O meu objectivo é estar sempre presente no Campeonato do Mundo de Motocross, para mim é o top da nossa modalidade. Gostava de fazer isso vida. Mas sei que a exigência é muita, mas acredito no meu potencial e das pessoas que diariamente estão a trabalhar comigo”, enalteceu a aguiarense.

Por outro lado, Joana Gonçalves, também lamenta a falta de patrocinadores que muitos atletas do motocross têm. A aguiarense, menciona que o Município de Vila Pouca de Aguiar é um dos seus grandes apoios para poder continuar na modalidade.

“Tenho pena que na nossa modalidade ainda haja falta de patrocinadores. É preciso atrair ainda mais pessoas para o motocross. No meu caso, o meu grande apoio é a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar que acredita no meu trabalho e me tem ajudado muito”, relembrou.

Por fim, Joana Gonçalves, enumera quais são as suas principais referências na modalidade, bem como, efectua a sua preparação para as provas onde compete.

“Na nossa região teve vários pilotos de referência como o Paulo Gonçalves, Rui Gonçalves, e também o André Pires. São todos muito bons profissionais. Eu procuro treinar diariamente no aspecto físico e técnico para quando regressar à competição estar focada nas vitórias e nos bons resultados”, rematou Joana Gonçalves.

 

Deixar comentário

Comentário