Vítor Murta, natural de Vila Real, joga pela segunda época consecutiva no Famalicão

Os Órgãos Sociais do Futebol Clube de Famalicão (Assembleia Geral, Conselho Fiscal e Direcção) apresentaram a sua demissão “em bloco”.

Segundo o comunicado divulgado pelo clube no seu site oficial a decisão foi tomada devido a divergências entre os membros que compõem os Órgãos Sociais do clube. Contudo, será marcada para breve uma Assembleia Geral Eleitoral para serem eleitos os novos dirigentes do Famalicão.

Porém, o comunicado também refere que até à eleição dos novos membros directivos do emblema azul e branco, os actuais elementos “demissionários” vão assegurar a gestão do clube.

O Famalicão é o actual 15º classificado da Segunda Liga do futebol português com treze pontos conquistados em onze jogos já realizados. Relembramos que no passado domingo, a formação de Vila Nova de Famalicão foi eliminada da 3ª eliminatória da Taça de Portugal em casa perante o Feirense no recurso das grandes penalidades. O presidente dos famalicenses José Pina Ferreira vê assim o seu mandato interrompido antes do final da presente época desportiva.

Recordamos ainda que no Famalicão joga o guarda-redes vila-realense Vítor Murta, de 36 anos, que pela segunda época consecutiva defende a baliza da turma famalicense.

Deixar comentário

Comentário