Guilherme Saraiva, do Clube Ténis de Vila Real (CTVR), aproveita primeira (!) visita aos courts lamecences e arrecada troféu principal

Com o habitual apoio do Complexo Desportivo de Lamego e da Junta de Freguesia de Vila Nova de Souto d’El Rei, o emblema lamecence organizou nos dias 12 e 13 de Maio mais uma simpática edição do Ténis Clube de Lamego Open.

Tratou-se de um evento de cariz não oficial, aberto a todos os praticantes (sem obrigatoriedade da licença federativa), visando fomentar e aproximar os diversos adeptos da modalidade e aproveitado pelos demais como um momento preparatório para as mais exigentes provas oficiais do calendário da Federação Portuguesa de Ténis.

Os diversos encontros, que contaram com a presença de cerca de uma vintena de jogadores provenientes do eixo Vila Real – Peso da Régua – Lamego, foram disputados nos courts rápidos do Complexo Desportivo de Lamego, aposta da autarquia na generalização da actividade física e acessibilidade dos cidadãos ao desporto.

No quadro competitivo de singulares, Guilherme Saraiva, representante do CTVR, foi eliminando sucessivamente os seus adversários e alcançou com mérito a desejada final.

Nesta fase, realizada no domingo de manhã, o tenista da “Bila” (na foto) teve como opositor o jogador do Clube Caça e Pesca do Alto Douro, Ricardo Mendes, e teve uma prestação… autoritária! Com uma direita bem potente e uma esquerda a uma mão cada vez mais consistente e fiável, o resultado foi, na gíria, uma “bicicleta”, vulgo, duplo 6/0. Assim, e de forma expedita, o principal troféu ficou nas mãos do atleta do CTVR.

Na final de pares, a dupla do TC Lamego, Rui Ramos / Filipe Ribeiro, enfrentou a parceria composta por Fernando Oliveira (TC Lamego) e Arnaldo Carvalhosa (CCPAD), tendo esta última equipa vencido por 6/4, 6/0.

Deixar comentário

Comentário