O atual campeão nacional de futsal, Benfica, apadrinhou a primeira edição do “Troféu Padre Fontes”, evento promovido pelo Grupo Desportivo de Vilar de Perdizes em estreita colaboração com o município de Montalegre. Uma jornada estendida ao largo do dia, com várias ações pelo meio, que terminou com o jogo entre ambas as coletividades. No final, o troféu viajou para Lisboa à custa de um resultado desnivelado (0-15).

A participação da equipa sénior de futsal do Benfica, na primeira edição do “Troféu Padre Fontes”, iniciou pela manhã com a visita da comitiva à aldeia de Vilar de Perdizes, onde o plantel teve oportunidade de tirar um retrato para a posteridade junto do busto do pároco. O cortejo encarnado seguiu para a sede do concelho onde conviveu com as camadas jovens do Grupo Desportivo de Vilar de Perdizes. No pavilhão desportivo de Montalegre ainda realizou um treino de descompressão antes do almoço. De tarde, o plantel foi recebido nos Paços do Concelho pelo executivo municipal ao que se seguiu uma curta visita às instalações do Ecomuseu de Barroso – Espaço Padre Fontes, bebendo um pouco da cultura e dos usos e costumes do território barrosão. A jornada terminou com o jogo no Multiusos.

BANCADAS CHEIAS

O ambiente foi sempre de festa. As bancadas do pavilhão desportivo de Montalegre lotaram. O pontapé de saída foi dado pelo padre Fontes. Nascia deste modo, oficialmente, a primeira edição do “Troféu Padre Fontes”. Uma aposta do Grupo Desportivo de Vilar de Perdizes, formação amadora que milita nos distritais da Associação de Futebol de Vila Real. O convidado foi, tão só, o atual campeão nacional da modalidade. Como se previa, o resultado foi engordando à medida que o tempo passava. Se ao intervalo a diferença era de três bolas, o fecho registou 15. Porém, o resultado foi o menos importante.

APLAUSO A CARLOS RUBENS

Durante o período de descanso, o Grupo Desportivo de Vilar de Perdizes apresentou as suas equipas, desde as escolas aos seniores. De seguida, também neste período, foi chamado ao centro do pavilhão o padre Carlos Rubens – pároco das freguesias de Cabril, Venda Nova e Ferral – que recebeu um forte aplauso como bicampeão europeu de futsal (Áustria e Eslováquia) de padres. Finda a partida, foram entregues os troféus, com alguns autógrafos pelo meio. A jornada encerrou com um jantar convívio numa unidade hoteleira da vila de Montalegre

 

FICHA DO JOGO

GD VILAR DE PERDIZES: Luís , João Miguel , Catoia , Carlos, João Moreira, Manuel , PTT (Cap), Miguel , Sérgio , Bruno , Ricardo , João Rebelo , Jorge Fidalgo  e Rui Madeira

Treinador – Marinho

 

SL BENFICA: Paulinho , Chaguinha , Joca , Gonçalo Alves (Cap), Bruno Pinto , Cristiano, Mário Freitas, Gonçalo Sobral, Tiaguinho, Ré e Jeferson.

Treinador: Joel Rocha

 

Ao intervalo: 0-3

Marcadores: Jeferson (3, 22 e 36); Chaguinha (4); Bruno Pinto (13 e 38); Mário Freitas (21, 37 e 39); Tiaguinho (26, 31 e 34); Gonçalo Alves (27 e 33) e Gonçalo Sobral (32).

Deixar comentário

Comentário