FUTSAL: ANTEVISÃO 22ª JORNADA DA 3ª DIVISÃO (A)

0
87

Antevisão à jornada por Fernando Parente

 

 

 

Desp. Aves – Carrazedo Montenegro

Numa série mais equilibrada do que parecia no seu início, onde 4 equipas se destacaram duma forma exuberante, nota-se nestas jornadas decisivas um maior equilíbrio entre as mesmas, sendo de realçar que entre o 3º e o 8º classificado apenas os separam 6 pontos. O 4º classificado é este mesmo Desp. Aves, equipa que tem vindo a pautar pela regularidade os seusresultados, que vai receber em sua casa um Carrazedo Montenegro disposto a vingar a derrota caseira na jornada anterior, num jogo em que se torna imperativo para qualquer uma das equipas ganhar.Tanto uma equipa como a outra sabem que não podem desperdiçar pontos, tal como sucedeu na jornada anterior (mas para os transmontanos), se quiserem continuar na luta por um dos lugares de subida, neste caso, pelo 3º, que está apenas a 2 pontos de distância. Será também um jogo em que um empate poderá não servir a nenhuma das equipas, visto estarmos a caminhar para as decisões finais da subida.

 

Caxinas – GCR Vermoim

Apesar duma melhor segunda volta no que a vitórias diz respeito, o GCR Vermoim está fora da luta pelos lugares de subida, se bem que matematicamente isso ainda seja possível, mas será muito difícil de conjugar com as equipas que estão melhor posicionadas e que podem alcançar os 40, 41 pontos que permite a esta equipa da Maia já não ter grandes hipóteses de sonhar com esse intento. Por outro lado, a equipa da casa, é aquela que está em melhor posição de o alcançar, pois apenas depende de si própria para tal. Está em 3º lugar, tem vantagem de 2 pontos sobre o 4º classificado e, nesta altura, todos os resultados contam para as decisões, pois irão haver confrontos que podem ditar que o Caxinas, em caso de vitória, se possa distanciar ainda mais dos seus diretos perseguidores.

 
CB Vila Pouca Aguiar – GR Covense

Será provavelmente uma jornada mais decisiva para a equipa da casa, do que propriamente para o seu adversário, tendo em conta a classificação atual de ambas. Se por um lado, a equipa de Anideo Carvalho segue na mesma onda do GCR Vermoim no que a hipóteses de subir diz respeito, já o GR Covense ainda terá uma palavra a dizer no que a contas finais diz respeito. Sendo assim, a equipa que terá mais a perder, em caso de derrota, será este mesmo Covense, pois estando a 6 pontos do 3º lugar, qualquer empate ou derrota pode dar cabo dos sonhos desta equipa. Para a equipa de Vila Pouca de Aguiar, neste seu ano de estreia, apraz-me dizer que, além de estarem a realizar uma época razoável, a mesma se tornou atípica devido a certos acontecimentos durante alguns jogos, o que lhes granjeou alguma fama, a qual se tornou mais prejudicial do que favorável no que a arbitragens diz respeito.

 

CDC Priscos – Mogadouro

Mais uma equipa transmontana que está praticamente fora da luta pela subida de divisão. As últimas cinco jornadas, onde consentiu três derrotas caseiras, sendo duas delas frente a adversários com os quais não podia perder, deitaram por terra todas as aspirações da equipa comandada pelo Prof. Artur. Do outro lado temos uma das equipas mais consistentes desta prova, sendo a par do Caxinas, as grandes surpresas da mesma, pois vieram do distrital e estão a caminho de seguir rumo à 2ª divisão. Nesta jornada a equipa bracarense aparece motivada pela vitória alcançada fora na jornada anterior e também pelo fato de poder quase alcançar já neste jogo o objetivo de subir, atendendo aos resultados que possam acontecer nos outros jogos. Do lado dos mogadourenses, nada mais restará do que querer retomar o trilho das vitórias para sair de cabeça bem levantada deste campeonato.

 
Arsenal Parada – Contacto

O Arsenal de Parada de Maranho Neves a receber a equipa de Cabeceiras de Basto, numa jornada que pode ser decisiva para os cabeceirenses no respeito a sonhar com a subida e também para a equipa maiata, que não se pode dar ao luxo de perder pontos devido a estar metida nessa mesma luta. Apesar duma melhor segunda volta, realizada após a chicotada psicológica ao seu primeiro treinador, pode esta jornada ser o culminar do sonho para a Contacto e tornar-se a confirmação de uma época de sonho para a equipa da Maia. Estar presente na Final Four da Taça de Portugal, estar na luta pela subida à segunda divisão é a cereja no topo do bolo. Se a nível de motivação Maranho Neves tem bem presente que não será necessário muito para que os treinos corram da melhor forma, já a nível da tomada de decisão e de enfrentar a realidade distinta das duas provas, se bem conheço o meu amigo, já terá alertado os seus jogadores para continuarem a manter os pés bem assentes no chão, de modo a ir pelo caminho certo e não entrar na euforia desmedida de já ter conseguido algo que se pode perder se houver confiança em demasia e em achar que os jogos já estão ganhos antes de os realizar. Será provavelmente um jogo em que a motivação dos maiatos se poderá sobrepor à ansiedade e aos nervos da Contacto em ter de ganhar para continuar a sonhar.

 

GD Macedense – Lavradas

A primeira equipa transmontana a ter o seu destino traçado (volta ao distrital), a receber em sua casa a equipa de Ponte da Barca com aspirações de lutar por um dos lugares de subida. Acredito que haja vontade, crer e determinação em dar mais vitórias aos seus adeptos, mas jornada a jornada, esses mesmos resultados tem-se tornado difíceis de alcançar devido a alguma imaturidade e inconstantes exibições que os jogadores macedenses realizaram ao longo deste campeonato. Do lado do seu opositor, será o regresso a casa dum jogador formado em Macedo de Cavaleiros, Play, que tudo irá fazer para que a sua atual equipa consiga os seus intentos. Se do lado dos macedenses, juntarmos à imaturidade e às exibições menos conseguidas, o fato de ter ficado sem menos 3 jogadores na jornada anterior (2 por expulsão e 1 por lesão), pode-se dizer que a equipa adversária tem o caminho facilitado para chegar à vitória. Contudo, acredito que o técnico macedense, Rui Costa, não atire a toalha ao chão e com os miúdos da formação à sua disposição, queira realizar aqui uma surpresa e brindar os seus adeptos com uma vitória.

 
Ervededo – Neiva

Será provavelmente um jogo sem história, atendendo às dificuldades que a equipa do Neiva tem tido nos últimos jogos. Um jogo com apenas um sentido que pode clarificar ainda mais a posição cimeira para a equipa de To-zé Durão. A cinco jornadas do fim, com 7 pontos de diferença para o 4º classificado, esta jornada pode tornar-se a decisiva para a tão desejada subida da equipa flaviense. Um jogo em que a equipa do Ervededo irá brindar os seus adeptos com mais uma vitória, que pode ter contornos de goleada.

 

Deixar comentário

Comentário