Filipe Nascimento: “Queremos atingir uma boa classificação na Divisão de Honra”

0
168
Filipe Nascimento, Presidente SC Vila Pouca.

O Presidente do SC Vila Pouca, Filipe Nascimento, em entrevista ao Desportivo Transmontano, mostra-se optimista relativamente à nova época desportiva, referindo que o emblema aguiarense contratou um conjunto de excelentes jogadores, que vão lutar por um lugar meritório na Divisão de Honra.

“AFVR tem que repensar o futebol distrital”

Inicialmente, o dirigente desportivo, começa por deixar dois alertas à Associação de Futebol de Vila Real (AFVR). O primeiro prende-se com o facto, das taxas de inscrições de jogadores e dos clubes, terem valores muito superiores ao de outras associações. O segundo alerta, é sobre a forma como a AFVR tem pensado o futebol distrital, dado que, cada vez mais à um abandono de emblemas históricos da nossa região.

“AFVR, vai naturalmente ter de reflectir sobre os valores das inscrições de jogadores e dos clubes. Os tempos são difíceis, e a associação deveria ter isso em conta. Ainda para mais, tenho informações de que outras associações praticam valores muito mais baixos do que a nossa. Contudo, acho que seria a altura da AFVR, repensar o futebol distrital, dado que,  estamos cada vez mais assistir ao abandono de clubes históricos da nossa região, com excelentes instalações e relvados sintéticos”, mencionou.

“Queremos melhorar a nossa classificação, e para isso contamos com um plantel mais equilibrado e competitivo”

Em relação às expectativas para a nova temporada, Filipe Nascimento, afirma que um dos objectivos do SC Vila Pouca é necessariamente melhorar a sua classificação na Divisão de Honra e procurar atingir a final da Taça AFVR.

“Efectivamente, queremos melhorar a nossa classificação, em comparação à época transacta. Para isso contamos com um plantel mais equilibrado e vamos ser uma equipa muito mais competitiva. Contratamos bons reforços, como por exemplo, o China, o Pedrinho e o próprio Guilhaume que é um jogador experiente. Por outro lado, somos uma equipa que tem grandes aspirações na Taça AFVR, gostaríamos de a voltar a ganhar”, atirou.

“Queríamos um treinador que trabalhasse com jovens e o Armando Maravilhas é a pessoa certa”

O Presidente do SC Vila Pouca, reconheceu o excelente trabalho desenvolvido por Rui Ralha à frente do clube, mas nesta época 2014/2015, refere que era uma altura de mudar de ciclo no clube. No seu entender, cada vez mais é importante os clubes apostarem em jovens jogadores da formação e tentar lança-los nas equipas seniores. Porém, neste terceiro mandato à frente da colectividade aguiarense, Filipe Nascimento, optou por contratar um treinador que  tivesse desenvolvido um bom trabalho com os  jovens, mas acima de tudo que não tenha medo em apostar neles. Daí referir que, a contratação do novo técnico Armando Maravilhas tenha sido a mais acertada.

“Queríamos um treinador que trabalhasse com os jovens, e que acima de tudo aposta-se neles e no seu valor. Neste enquadramento, a contratação do Armando Maravilhas foi a mais acertada. Temos um projecto para o clube, que passa efectivamente, num futuro próximo conseguirmos ter todos os escalões de formação. Para já, contamos apenas com 70 atletas nas camadas jovens. Mas é nosso objectivo termos muito mais. O Rui Ralha efectuou um excelente trabalho no SC Vila Pouca, mas como em tudo na vida à fins de ciclos. Nesta nova temporada, queremos apostar nos jovens jogadores da terra e fazer um equipa competitiva”, declarou.

Todavia, Filipe Nascimento, reconhece que Montalegre e Mondinense são os mais fortes candidatos ao titulo, e por isso partem em vantagem sobre as outras equipas. Por outro lado, o dirigente desportivo afirma que é a favor de todos os clubes da Divisão de Honra praticarem o preço de bilheteira de uma forma uniforme, em todos os jogos.

 

Deixar comentário

Comentário