Divisão Honra (AFVR): Montalegre 4-0 Régua

0
168

Montalegre goleia

Vitória justa. Badará foi o melhor em campo, no dia em que regressou aos golos.

Logo aos nove minutos Badará em boa posição atira por cima. O avançado Senegalês esteve sempre muito activo e à passagem dos 25 minutos obriga Luís a defesa apertada, com a bola a beijar a barra. Anunciava-se o golo barrosão que chega aos 42 minutos, depois de uma perda de bola Reguense em zona proibida, Badará aproveita e abre o marcador. Um erro imperdoável da equipa visitante! Ao intervalo 1-0.

Na etapa complementar o Régua esticou um pouco mais o seu jogo e António remata por cima.

De livre, Badará (52) volta a marcar num desvio fatal para a baliza de Luís. O Régua responde num remate perigoso de João Nuno.

Vieira volta a fazer defesa apertada, desta feita a remate de Márcio.

Aos 66 minutos Menezes lesiona-se e deixa o Régua com dez, pois já tinham sido feitas a três alterações permitidas por lei. O jogador foi transportado para o Centro de Saúde de Montalegre.

Badará estava eléctrico e ao minuto 73 assiste Zacharias para o terceiro golo.
André Veras atira ao poste mas na resposta, e de canto, Silva quase faz o golo de honra do Régua.

A fechar o jogo o grande momento da partida, Nuno Abreu de livre directo faz um golo monumental, com a bola a entrar no ângulo superior esquerdo da baliza visitante.

Nuno Carvalho

 

Jogo no Estádio Dr. Diogo Vaz Pereira, em Montalegre

Árbitro: André Neto (AF Vila Real).
Montalegre: Vieira, Leonel Costa, Nuno Abreu, Rendeiro, Leonel Fernandes, Chico, Gabi (Rafa, 72), André Veras, Zacharias (Marco, 75), Badará e Fidalgo (Bruno Madeira, 63).
Treinador: José Manuel Viage

Régua: Luís, Vítor Valente (Luisinho, 45), Meneses, Daniel Valente, João Pinto, António (Silva, 64), Zé Pedro, Diogo Jerónimo, João Nuno, Márcio e Nando (Cristiano, 56).
Treinador: João Valente

Ao intervalo: 1-0
Golos: 1-0, Badará (42); 2-0, Badará (52); 3-0, Zacharias (73); 4-0, Nuno Abreu (93).

Ação disciplinar: Cartão amarelo a André Veras (12), Diogo (16), Badará (54), Cristiano (76) e Rafa (76).

 

 

Deixar comentário

Comentário