Na observação à 12ª jornada da Divisão de Honra, o destaque vai para o triunfo do Murça em Vilar de Perdizes, bem como a vitória do Atei na recepção ao Cerva.

O Murça é uma equipa que tem vindo a subir de produção e nas últimas rondas do campeonato obteve pontos importantes. Desta feita, a equipa orientada por José Ribeiro rubricou um exibição competente e personalizada no reduto do Vilar de Perdizes. Foi uma vitória que certamente motivou os atletas do Murça para as batalhas futuras e que  levou ao abandono de Rui Valente do comando técnico da turma do barroso.

Quanto ao Atei, a turma de Jorge Capelas teve um jogo difícil frente ao Cerva, mas sempre acreditou que a vitória seria possível. A força e determinação que os jogadores do Atei aplicaram na recta final possibilitaram a conquista dos três pontos. Já o Cerva vê assim interrompido um ciclo de bons resultados.

Por sua vez, o líder Chaves “B” alcançou mais um triunfo e continua “de pedra e cal” no comando da prova. Os flavienses venceram na deslocação até Vila Pouca e efectuaram um exibição sem mácula. Os aguiarenses nunca atiraram a toalha ao chão, mas acabaram por sucumbir perante um adversário extremamente competente.

Em relação ao jogo entre o Abambres e Santa Marta, o resultado final justifica o equilíbrio ocorrido durante o tempo regulamentar. Ambos os conjuntos procuraram algo mais do que o empate, mas pecaram no capitulo da finalização. A igualdade aceita-se.

Já o Régua ganhou de forma categórica e por margem dilatada o vizinho Fontelas. Num encontro de sentido único os reguenses não deram qualquer hipóteses ao adversário. A turma de Marco Maleiro continua o seu caminho vitorioso , na perseguição ao líder.

O Vila Real nesta jornada tremeu mas não caiu na deslocação a Vidago. No Estádio João de Oliveira, o Vila Real procurou desde cedo assumir o controlo da partida. Porém, encontrou pela frente um Vidago organizado e com a lição bem estudada. Contudo, as individualidades que o Vila Real possui no seu plantel fizeram a diferença. Tanko foi novamente decisivo ao marcou o golo do triunfo.

Por fim, destacar a vitória caseira do Ribeira de Pena que não se deixou surpreender pelo Valpaços. Numa primeira parte de grande nivel, a equipa de Justino Ribeiro dominou o seu adversário e alcançou uma vantagem folgada. Na segunda parte o Valpaços reagiu e teve oportunidades para chegar ao empate. Todavia, a organização defensiva do Ribeira de Pena esteve em bom plano neste jogo.

 

A equipa | 

O Atei foi a equipa da 12ª jornada da Divisão de Honra. Com uma vitória saborosa frente ao Cerva, a turma orientada Jorge Capelas efectuou uma exibição que qualidade. Foi um jogo com muitas particularidades, mas onde o Atei nunca deixou de acreditar na vitória.

O momento |

Neste capitulo aproveitamos para endereçar as melhoras e rápida recuperação ao guarda-redes Luís Francês (Cerva) que se lesionou com alguma gravidade no jogo frente ao Atei,  tendo mesmo de receber tratamento hospitalar. Estamos certos que o atleta vai recuperar e em breve estará de volta ao relvados do nosso distrital.

As figuras |

Barraca (Ribeira de Pena), Juninho (Régua) e Zé Pedro (Régua) ao marcarem dois golos cada um, foram decisivos para os triunfos das suas equipas. Estes três atletas realizaram exibições de “encher o olho” e estão num grande momento de forma.

 

 

 

 

Deixar comentário

Comentário