Diogo Cão encerra Nacional com vitória

0
91

No passado fim de semana, a contar para a última jornada do campeonato nacional, a equipa da Diogo Cão de sub 14 Feminino deslocou-se ao Porto para defrontar o Clip.

Campeonato Nacional S14 Feminino

CLIP 49
Diogo Cão 53

Resultados Parciais: 10 – 09, 07 – 15, 14– 15, 17 – 14.

ADCE Diogo Cão:
Joana Pereira, Inês Correia (1pt), Tété (4pts), Ana Ferreira (2pts), Margarida Monteiro, Sofia Amorim (19pts), Leonor Gaspar (4pts), Carolina Liberal (22pts), Marta Peixoto, Margarida Sousa, Maria Pinto (2pts) e Maria Abraão.
Treinador: Pedro Óscar Gonçalves, André Lagoa, Andreia.

Na procura de uma vitória, a Diogo Cão entrou muito concentrada no jogo, forte defensivamente e organizada no momento de sair para contra ataque, terminando o período a perder por 10 – 09. No segundo período, a Diogo Cão aumentou a pressão defensiva, obrigando a equipa do Clip a cometer muitos erros, permitindo à equipa Vilarealense sair em contra ataque e finalizar em vantagem numérica, procurando, sempre em equipa, a melhor situação de lançamento.

Ao intervalo o marcador registava uma vantagem para a Diogo Cão, 17 – 24. No 3 período, a Diogo Cão voltoucomo acabou, muito empenha, dedicada e fundamentalmente trabalho de equipa, mostraram que estavam ali para vencer o jogo. No último período, a Diogo Cão mantinha o jogo controlado e chegou mesmo a vencer por 12 pontos, mas, um relaxar aliado à desconcentração permitiu à equipa do Clip aproximar-se para uma diferença pontual de 8 pontos a 2 minutos do fim. O Clip após um roubo de bola concretizado e um lançamento de 3pts convertido chegou mesmo acreditar que ainda era possível vencer. Com a necessidade de serenar,a equipa da Diogo Cão pede um desconto de tempo e regressa serena e organizada, conseguindo terminar o jogo com uma merecedora e importante vitória. De salientar por parte da Diogo Cão a excelente percentagem de lance livre, fundamental no desfecho do jogo, 28 marcados em 36 tentados. Diogo Cão, que aqui demonstrou que pode fazer mais e melhor, resta continuar a trabalhar.

Deixar comentário

Comentário