O Vilaverdense venceu o Montalegre por 3-0, os transmontanos acusaram em demasia o segundo golo.

Até entrou bem no jogo a equipa do Montalegre, a pressionar, a não deixar  pensar o Vilaverdense. Os minhotos tinham grandes dificuldades em manobrar e não conseguiam chegar à baliza de Márcio. Todavia, aos vinte minutos, e tal como aconteceu na primeira fase, Ahmed Isaiah remata forte e colocado para um golo de belo efeito.

Dez minutos depois e na sequência de um canto Rafael Vieira faz o 2-0, num golo bastante consentido pela equipa barrosã. Este segundo golo do Vilaverdense fez demasiado dano ao conjunto do Montalegre, a equipa fica intranquila, medrosa, claramente perturbada.

O Vilaverdense, equipa experiente e forte aproveita e Nani isola-se, sem conseguir depois bater o guarda-redes Márcio Rosa. Com a cabeça na lua, novo erro do Montalegre e Ahmed Isaiah perto de bisar.

Os Montalegrenses sacodem um pouca a pressão, num disparo de Nené que sai um pouco por cima. Em cima do intervalo, novo erro dos transmontanos, o Vilaverdense cruza para área e aparece solto, livre de marcação, Valter Rocha, que só teve de encostar para o 3-0.

Para a etapa complementar José Manuel Viage faz duas alterações, saem Mickael Martins e Aliu para as entradas de Baba e Dhida.

Aos 49 minutos Nené obriga Pedro Freitas a grande defesa para canto, os transmontanos queriam chegar ao golo para intranquilizar o Vilaverdense que é, sem dúvida, a melhor equipa deste campeonato. Mas os minhotos sabem gerir a vantagem, fortes a defender e a atacar com critério, o Montalegre não conseguia colocar muitos homens em zona de finalização e assim tudo fica mais difícil. Ahmed Isaiah continuava a ser o mais perigoso e aos 54 minutos volta a fazer perigar a baliza transmontana. Em boa posição, Iuri Gomes atira ao lado e Rafa obriga Márcio à defesa da tarde.

O Montalegre mereceu o golo de honra mas Edson, a passe de Baba, não consegue bater o guardião Pedro Freitas.

O Vilaverdense vencia, de forma justa, continua sem perder pontos em casa. Já o Montalegre somou o segundo desaire na segunda fase e ofereceu dois golos aos de Vila Verde.

Jogo que teve excelente arbitragem e um relvado que faz inveja a muitos palcos da primeira liga. Tarde aziada dos barrosões que, à saída do campo, ainda bateram num carro estacionado.

Há mesmo dias em que não se pode sair de casa…

 

Ficha Técnica

Estádio Cruz do Reguengo, em Vila Verde.

Arbitro: Márcio Torres (AF Viana do Castelo)

Vilaverdense: Pedro Freitas, Rafael Vieira, Henrique Gomes, Ibraima, Nani (Ricardo Mendes, 82), Valter Rocha (Iuri Gomes, 60), Mickael Pereira, Rafael Miranda , Latyr Fall (Ricardo Afonso, 73), Nené e Ahmed Isaiah.

Treinador: António Barbosa

 

Montalegre: Márcio, Michel, Zé Luis, Álvaro Branco, Zack , João Fernandes, Gabi (Edson, 63), Nené, Paulo Roberto, Aliu (Baba, 46) e Mickael Martins (Dhida, 46).

Treinador: José Manuel Viage

Ao intervalo: 3-0

Golos: 1-0, Ahmed Isaiah (20); 2-0,  Rafael Vieira (30); 3-0, Valter Rocha (30).

Cartões amarelos: Mickael Martins (45+1), Baba (88) , Ahmed Isaiah (88) , Ricardo Afonso (90+2)

Deixar comentário

Comentário